EDUCAÇÃO AMBIETAL EM ÁREAS DE MANGUESAIS JUNTO A TRABALHADORES: pescadores e marisqueiras da comunidade de Baiacu - Município de Vera Cruz-BA, na Ilha de Itaparica

  • Gevaldo Araújo dos Santos

Resumo

Este estudo é um recorte de uma Pesquisa de Mestrado em Educação de Jovens e
Adultos (EJA), que será desenvolvida no povoado de Baiacu, junto a um grupo de
pescadores e marisqueiras, que sobrevivem diretamente da exploração dos
manguezais. Essa busca estabelecer um paralelo com a educação ambiental e a
EJA da localidade. Os temas relacionados ao meio ambiente são urgentes e
necessários, são constantes as discussões a nível planetário, diante das ocorrências
de destruição do patrimônio natural. Objetivamos com esta pesquisa analisar como
os pescadores e marisqueiras, estudantes e egressos da EJA da comunidade do
Baiacu percebem a importância da preservação ambiental dos manguezais, como
espaço de reprodução de espécies que lhes permitem a prática do trabalho de
pesca e mariscagem, do comércio e da geração de renda, bem como a contribuição
da Educação dos Jovens e Adultos, na formação socioambiental desses sujeitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-01
Métricas
  • Visualizações do Artigo 2
  • PDF downloads: 2