EGRESSOS: CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO: COGNIÇÃO, LINGUAGENS E INFORMAÇÃO

  • Neide Maria Ferreira Lopes

Resumo

Este artigo tem por objetivo investigar como ocorre o processo cognitivo da formação do egresso nos programas de pós-graduação da Universidade do Estado da Bahia. Egresso que nasce da diversidade de informação, comunicação e da difusão do conhecimento experienciado com a troca das informações trazidas da sua cultura e do seu entendimento adquirido ao longo da sua trajetória pessoal e profissional. Para além das experiências de vida são adquiridos novos saberes com transformações que decorrem das possibilidades de aprendizado e a ampliação de novos horizontes. Decorre desta relação avaliar e entender o processo cognitivo do egresso ao longo do curso e na sua conclusão, podendo ser verificando como o processo cognitivo foi alcançado e pode ser implementado com o produto final da dissertação. O tipo de pesquisa foi de abordagem metodológica qualitativa e
optamos por o procedimento técnico do estudo de caso. Esta pesquisa está sendo
desenvolvida por egresso do Programa de Pós-Graduação em Educação de Jovens e Adultos. Nesse contexto, utilizamos autores como: Varella (1987), Souza (2018). Por fim, busco compreender o processo de cognição especificamente no
metrado e entendo sua correlação com a experiência trazida do cotidiano e a adquirida cientificamente. Os resultados
indicam que os egressos têm adquiridos novos conhecimentos que serão apropriados e desenvolvidos nos seus campos profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-01
Métricas
  • Visualizações do Artigo 4
  • PDF downloads: 4