O exercício das habilidades cognitivas na percepção dos adultos: uma análise da experiência com o jogo digital “Saga dos Conselhos”

Bruna Anastácio, Daniela Ramos

Resumo


Inseridos no universo das tecnologias temos os jogos digitais, os quais podem proporcionar aprendizagens de forma lúdica e interessante, além de contribuir para o exercício das habilidades cognitivas, incluindo as áreas motoras e afetivas. Neste trabalho temos o objetivo de caracterizar o exercício das habilidades cognitivas de adultos na interação com um jogo digital educativo, identificando suas percepções sobre o exercício dessas habilidades ao jogar. Para tanto, realizamos uma pesquisa de abordagem qualitativa e descritiva com os adultos participantes do Curso de Extensão a Distância de Formação Continuada em Conselhos Escolares (MEC) que utilizou como parte de suas atividades o jogo digital “Saga dos Conselhos”. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas semi estruturadas, abordando as experiências e percepções ao jogar o “Saga dos Conselhos”. O jogo é composto por mini games contextualizados no universo escolar e possui como principal objetivo a revisão dos conteúdos do curso. Os resultados revelaram que os adultos consideraram o jogo digital como uma forma de aprendizagem divertida e lúdica, a qual favoreceu o exercício de habilidades cognitivas, mesmo que relacionem os jogos às crianças. Dentre as habilidades cognitivas, na percepção dos adultos as mais destacadas foram: atenção e raciocínio. Nesse sentido, os adultos reforçam a importância do uso dos jogos eletrônicos para a aprendizagem e o exercício de habilidades cognitivas, sendo uma alternativa lúdica para a aprendizagem.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.