Letramento(s) e práticas alfabetizadoras: um olhar sobre diferentes contextos

Maria Eurácia Barreto de Andrade, Sineide Cerqueira Estrela

Resumo


Resumo: Este artigo tem como objetivo comparar como as práticas de leitura e escrita presentes e desenvolvidas na escola estão relacionadas com as práticas de letramento para além dos muros da escola, a fim de relacionar a configuração da cultura comunitária/familiar, o encaminhamento metodológico da prática alfabetizadora e a construção de tais práticas pelos estudantes na sala de aula. Para tanto, a metodologia utilizada foi à observação participante no ambiente escolar e familiar, a realização de entrevistas semiestruturadas, além da análise das atividades contidas nos cadernos dos estudantes. As referências básicas que respaldaram a pesquisa foram principalmente Andrade (2011), Ferreiro (2005 e 2006), Freire (2000 e 2001), Mortatti (2004), Perez (2007), Soares (2000 e 2003) e Vygotsky (1991). Os resultados apontaram que as práticas de letramento desenvolvidas pela escola ainda se distanciam do que acontece no contexto dos lares das crianças.

Palavras-Chave: Letramento Escolar. Letramento social. Práticas Alfabetizadoras.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grau Zero - Revista de Crítica Cultural
(Organizada pelo PÓS-CRÍTICA)

Publicação Semestral

ISSN 2318-7085

 

INDEXADORES

 

 

 


FOMENTO/FINANCIAMENTO