TEORIA PIAGETIANA: OS PROCESSOS COGNITIVOS NO PENSAMENTO LÓGICO - MATEMÁTICO DA CRIANÇA

  • Maria do Socorro Batista de Jesus Cruz Universidade Federal da Bahia
  • José Mário Araújo Instituto Federal da Bahia - IFBA
  • Eudaldo Francisco dos Santos Filho Universidade do Estado da Bahia - UNEB
Palavras-chave: Cognição, Aprendizagem, Lógico-Matemático

Resumo

Este artigo é uma produção organizada a partir das principais ideias de Jean Piaget, o qual aborda o desenvolvimento cognitivo e o pensamento lógico-matemático da criança, os processos de equilibração e acomodação, a inteligência, o pensamento e a linguagem. A escolha do tema se justifica pelo desejo de averiguar as implicações do pensamento lógico-matemático no desenvolvimento cognitivo dos estudantes de modo geral. Destaca-se a evolução mental do sujeito e como a cognição se desenvolve na aprendizagem de conceitos matemáticos. O trabalho tem um cunho investigativo e, utilizou-se como metodologia a revisão de literatura ou revisão bibliográfica, tendo em vista que a pesquisa versa sobre alguns livros e colaboradores do trabalho desenvolvido pelo epistemólogo Piaget durante muitas décadas. Descreve os períodos ou fases de desenvolvimento dos indivíduos, concentrando-se, principalmente, nos períodos da inteligência concreta e das operações formais. Concluiu-se que Jean Piaget trouxe inúmeras contribuições para o estudo da mente das crianças e adolescentes que ainda hoje são utilizadas por psicólogos e educadores para embasar suas pesquisas, bem como analisar como se prescreve   passagem de um período a outro e como se caracteriza o pensamento lógico nos indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria do Socorro Batista de Jesus Cruz, Universidade Federal da Bahia
A pesquisadora é doutoranda em Difusão do Conhecimento (UFBA), M.a em Desenho, Cultura e Interatividade pela Universidade Estadual de Feira de Santana. É Especialista em Metodologia do Ensino do Desenho (UEFS), Especialista em Mídias em Educação (UESB) e professora do Ensino Fundamental (Anos Finais) na rede municipal de Feira de Santana,Ba e do Ensino Médio na rede estadual da referida cidade há mais de 20 anos. Foi Tutora Ead no curso de Pós-Graduação em Produção de Mídias para Educação Online.
José Mário Araújo, Instituto Federal da Bahia - IFBA

Técnico em Instrumentação pela Escola Técnica Federal da Bahia (ETFBA,1991), graduado em Licenciatura Plena em Eletricidade pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB,1996), Mestre em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES,2003) e Doutor em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal da Bahia (UFBA, 2011). Atualmente é professor da área de tecnologia em eletroeletrônica no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia. É membro do Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE); da International Association of Engineers (IAENG) - Society of Electrical Engineering; da Sociedade Brasileira de Automática (SBA) - afiliada ao IFAC; e da Brazilian Association for Computational Methods in Engineering (ABMEC). Professor TITULAR da carreira EBTT dos IFs, com a tese intitulada & quot; Alocação de Autoestrutura em Sistemas Lineares de Segunda Ordem: Contribuições à Análise e Projeto de Alocação Parcial e Total". Tem experiência acadêmica na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em Eletrônica Industrial, Sistemas e Controles Eletrônicos, atuando principalmente nos seguintes temas: Sistemas lineares e Controle Linear.

Eudaldo Francisco dos Santos Filho, Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Possui graduação em Desenho Industrial, pela Universidade do Estado da Bahia, especialização em Administração Pública com Aprofundamento em Gestão, pela Universidade Estadual de Feira de Santana e especialização em Design de Produto, pela Universidade do Estado da Bahia. É Mestre em Desenho, Cultura e Contemporaneidade pela Universidade Estadual de Feira de Santana e Doutorado em Difusão do Conhecimento pela Universidade Federal da Bahia. Atualmente é Perito Técnico do Departamento de Polícia Técnica especialista em Representação Facial Humana. É Coordenador do LBI - Laboratório de Biometria e Imagem, e Professor de Desenvolvimento de Projetos I, II, III, IV no Curso de Desenho Industrial e TCC I e II no curso de Pedagogia da Universidade do Estado da Bahia. Tem experiência na área de Desenho Industrial, com ênfase em Projeto de Programação Visual, Produto e Pedagogia.

Referências

BRUNER, Jerome. S. Sobre o conhecimento: ensaios da mão esquerda. 1ª ed. São Paulo-SP. Editora Phorte, 2008. (Publicado originalmente em 1964).

FLAVELL, John H. A psicologia do desenvolvimento de Jean Piaget. Tradução: Maria Helena Souza Patto. Instituto de Psicologia – USP, 5ª edição. São Paulo. Editora Livraria Pioneira, 1996.

PAPERT, Seymour. A Máquina das Crianças: Repensando a escola na era da informática. Porto Alegre: Artmed. 1994.

PIAGET, J. Seis estudos de psicologia. Tradução: Maria Alice Magalhães D’Amorim e Paulo Sérgio Lima Silva. 25ª ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2011.

PIAGET, J.; INHELDER, de Octavio Mendes Cajado. – 15 ed. – Rio de Janeiro; Bertrand Brasil, 1998.

PIAGET, et al. A abstração reflexionante: relações lógico-matemáticas e ordem das relações sociais; trad. Fernando Becker e Petronilha Beatriz Gonçalves da Silva. – Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

Publicado
2020-05-16