REPERCUSSÕES DA PAUSA EXPIRATÓRIA COM SISTEMA FECHADO DE ASPIRAÇÃO NO VOLUME DE SECREÇÃO, VENTILAÇÃO E HEMODINÂMICA DE PACIENTES EM VENTILAÇÃO MECÂNICA

Resumo

Introdução: A técnica de aspiração em sistema fechado com pausa expiratória no ventilador mecânico é uma prática comum em UTI. Acredita-se que um fluxo expiratório com maior duração e sem o contrafluxo inspiratório permite manter a via aérea aberta, promovendo o deslocamento das secreções para vias aéreas proximais, assim facilitando sua remoção. Objetivo: Comparar os efeitos do emprego da pausa expiratória no sistema fechado de aspiração, quantificando o volume de secreção brônquica aspirada e as repostas hemodinâmicas e ventilatórias em pacientes ventilados mecanicamente na UTI. Método: Ensaio clínico randomizado cruzado com 24 pacientes ventilados mecanicamente por mais de 48 horas em UTI de referência 100% SUS em uma cidade do sul do Brasil. Foram medidos o volume de secreção, as variáveis hemodinâmicas e ventilatórias, além da pressão do sistema, antes e após a realização de aspiração em sistema fechado, com e sem pausa expiratória. Resultados: O volume de secreção foi de 6,28±3,10g com pausa expiratória e 2,58±1,18g sem pausa expiratória (p<0,001). Houve aumento no VAC (p=0,005) e diminuição da FC após a aspiração com pausa expiratória. A PAM aumentou significativamente em ambos os protocolos. Não houve alterações significativa nos parâmetros ventilatórios. Conclusão: A técnica de aspiração com pausa expiratória mostrou-se eficaz e segura na remoção de secreção brônquica, sendo superior à técnica de aspiração em sistema fechado, pois removeu maior volume de secreção, incrementou o VAC 30 minutos após o procedimento e foi capaz de diminuir a FC.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2022-09-16
Métricas
  • Visualizações do Artigo 76
  • PDF downloads: 79
Como Citar
Pinheiro, D. R. da R., Kutchak, F. M., & Bombarda-Müller, A. (2022). REPERCUSSÕES DA PAUSA EXPIRATÓRIA COM SISTEMA FECHADO DE ASPIRAÇÃO NO VOLUME DE SECREÇÃO, VENTILAÇÃO E HEMODINÂMICA DE PACIENTES EM VENTILAÇÃO MECÂNICA. Scientia: Revista Científica Multidisciplinar, 7(3), 114-131. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/scientia/article/view/14458