NÍVEL DE CONHECIMENTO DE ACADÊMICOS DE SAÚDE SOBRE CUIDADOS PALIATIVOS NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR DE SALVADOR - BAHIA

  • Luan Barros Facsal
  • Lay Beribá

Resumo

Introdução: O aumento do envelhecimento populacional e a maior prevalência de doenças crônicas, evidencia a necessidade dos cuidados paliativos e de profissionais especializados atuando nessa demanda de pacientes. Objetivo: Investigar qual o nível de conhecimento dos acadêmicos de cursos de saúde em instituições de ensino superior sobre cuidados paliativos. Metodologia: Trata-se de um estudo do tipo transversal observacional com acadêmicos de saúde de instituições de ensino superior no município de Salvador-Bahia, realizado por um questionário, distribuído no formato digital aos participantes. Resultados: A maior parte afirmou ter conhecimento sobre cuidados paliativos, evidenciaram também o sentimento de impotência frente a uma paciente fora da possibilidade de cura e que se sentiam preparados para lidar com questões relacionadas a espiritualidade e o paciente. Conclusão: Infere-se que os acadêmicos já tiveram contato com o termo cuidados paliativos. Apesar disso, quando perguntados subjetivamente sobre o conceito, grande parte demonstrou baixo nível de entendimento, segundo o significado preconizado pela OMS.

 

Palavras-chave: Cuidados paliativos, conhecimento, estudantes, espiritualidade.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-09-13
Métricas
  • Visualizações do Artigo 211
  • PDF downloads: 118
Como Citar
Barros, L., & Beribá, L. (2021). NÍVEL DE CONHECIMENTO DE ACADÊMICOS DE SAÚDE SOBRE CUIDADOS PALIATIVOS NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR DE SALVADOR - BAHIA . Scientia: Revista Científica Multidisciplinar, 6(3), 80-98. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/scientia/article/view/12095