PRÁTICAS DE LETRAMENTO EM EXPERIÊNCIAS DE GRUPOS DE ESTUDOS SINDICAIS NO ESTADO DE SERGIPE

  • Sanadia Gama dos Santos

Resumo

O Grupo de Estudos sindicais consiste em atividades de formação de base em sindicatos de trabalhadores e trabalhadoras rurais existentes no Estado de Sergipe, oriundas da Escola Nacional de Formação da CONTAG (Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura). O artigo objetiva descrever as práticas pedagógicas desenvolvidas nos Grupos de Estudos Sindicais em sindicatos do Estado de Sergipe e perceber como o letramento social acontece nesse processo, a partir do conceito, em Street (2014), de letramento ideológico, por meio das vivências pedagógico-populares. A metodologia é de natureza qualitativa, e foram utilizados elementos oriundos da etnografia, tais como observação participante e gravações de áudio para o registro das falas dos participantes. O recorte teórico aborda os letramentos sociais propostos por Street (2014), que define o conceito de letramento ideológico como parte integrante da cultura, e por Freire (1996), que valoriza as práticas imersas no contexto local como elemento político, interdisciplinar e identitário. O resultado deste trabalho reafirma a necessidade de a natureza dos letramentos se tornar importante como elementos socioculturais e intimamente associados a valores e identidades presentes em diferentes práticas e dimensões educativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Métricas
  • Visualizações do Artigo 10
  • PDF downloads: 12