As mulheres-ilhas de orlanda amarilis

  • Fabiana Miraz de Freitas Grecco

Resumo

Resumo

Orlanda Amarílis nasceu em Assomada, Cabo Verde, 1924. Sua escrita é marcada pela narrativa curta, os contos. Pertenceu à geração da Revista Certeza (1944), periódico cabo-verdiano que se destacou por sua grande preocupação social. Ligada a esses propósitos, Amarílis criou, através de suas personagens femininas, uma nova maneira de tratar as questões da realidade cabo-verdiana. Testemunha-se por meio da sua escrita, o esmiuçar do cotidiano de mulheres exiladas, que buscam a sua identidade em um espaço alheio e distante. Dessa forma, procuraremos refletir, neste artigo, asquestões sobre a identidade da mulher cabo-verdiana no conto “Maira da Luz”, do livro A casa do mastros, 1989, explicando como ocorre a “escrita pós-colonial de fronteira” na obra da escritora Orlanda Amarílis.

Palavras-chave

Contos. Pós-colonialismo. Literaturafeminina.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-09-27