GÊNERO E COLONIALISMO. A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E A COLONIZAÇÃO EM OUR LADY OF THE MASSACRE (1979), DE ANGELA CARTER

  • Daniela de Cássia Berlotti Traspadini Oliveira
  • Silvio Ruiz Paradiso

Resumo

Resumo

A intersecção entre pós-colonialismo e feminismo tem como foco negligenciadas questões: o colonizado e a mulher, respectivamente. Enquanto o feminismo – abordando as questões de gênero e sexualidade – tenta lutar para a libertação da mulher sob o sistema patriarcal, o pós-colonialismo oferece ao colonizado a oportunidade de lutar contra o legado imperialista. Há uma acentuada preocupação, tanto do pós-colonialismo como do feminismo, sobre a importância da linguagem para a formação da identidade e para a construção da subjetividade. O presente artigo propõe uma análise do conto Our Lady of the Massacre (1976), de Angela Carter. A partir da teoria pós-colonial, analisar-se-á o colonialismo, o gênero e a violência sofrida pela mulher diante do patriarcalismo, além de uma relação análoga mulher/colônia.

Palvras-chave

Pós-colonialismo. Gênero.Patriarcalismo. Feminismo. Angela Carter.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-09-27
Métricas
  • Visualizações do Artigo 562
  • PDF downloads: 972