ESPAÇOS HISTÓRICOS, DEUSES HIERÁRQUICOS — GEOGRAFIAS NEGRAS COMO ABERTURA EPISTÊMICA DIASPÓRICA

  • Geri Augusto

Resumo

Este ensaio fotográfico, parte de um projeto maior intitulado “Espaços históricos, deuses hierárquicos”, usa a metodologia da autora de uma caminhada epistêmica para argumentar visual e textualmente a importância do conceito de geografias negras para estudos da África e da diáspora que interrogam e exploram espacialmente, bem como temporalmente, uma série de questões, incluindo histórias e memória pública da escravidão, a estética embutida nas contra-paisagens negras, o lugar da ancestralidade nas religiões afro-diaspóricas, e as manifestações globais do anti-racismo negro contemporâneo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-02-16
Métricas
  • Visualizações do Artigo 46
  • PDF downloads: 35