RELAÇÃO ENTRE O RISCO DE CARTEIRAS COM ALTOS DIVIDEND YIELDS E CARTEIRA DIVERSIFICADA NO MERCADO BRASILEIRO

Palavras-chave: Dividend yield, Risco, Retorno

Resumo

Com base na Teoria Moderna de Finanças, espera-se que as empresas boas pagadoras de dividendos estejam associadas a um menor risco. Assim, esse trabalho tem como objetivo verificar se os portfólios de ações com altos dividend yields são menos arriscados do que o mercado, no contexto brasileiro. Foram analisados portfólios compostos pelas ações das empresas brasileiras que mais pagaram dividendos durante os anos de 1996 e 2017 e, por meio de testes de média, comparou-se a média do risco apresentado pelas carteiras com alto nível de dividend yield e a média do risco do Ibovespa. Os resultados encontrados sugerem que carteiras com altos dividend yields apresentam risco significativamente maior do que a carteira de mercado, o que contraria a hipótese de pesquisa. Ainda, observou-se que a relação existente entre o risco e o retorno das carteiras com altos dividend yields no Brasil é negativa, demonstrando uma peculiaridade do mercado brasileiro. Assim, o estudo contribui com a literatura ao mostrar que altos rendimentos de dividendos não estão ligados a um risco menor para o investidor, necessariamente, contrariando a relação teórica esperada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BENETTI, C.; DECOURT, R. F.; TERRA, P. R. S. The practice of corporate finance in Brazil and in the USA: comparative survey evidence. In: VII Encontro Brasileiro de Finanças. 2008. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ocs/index.php/ebf/7EBF/paper/view/1822/0

BERNARDO, H. P.; IKEDA, R. H. O enigma dos dividendos e o risco sistemático. Revista Universo Contábil, v. 9, n. 1, p. 104-120, 2013. Disponível em: https://bu.furb.br/ojs/index.php/universocontabil/article/view/2617/2213

BLACK, F. F.; SCHOLES, M. M. The effects of dividend yield and dividend policy on common stock prices and returns. Journal of financial economics, 1974, v. 1., n.1, p. 1-22, 1974. Disponível em: https://doi.org/10.1016/0304-405X(74)90006-3

BUENO, A. F. Os dividendos como estratégia de investimentos em ações. Revista Contabilidade & Finanças, v. 13, n. 28, p. 39-55, 2002. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1519-70772002000100003

COHEN, J. Statistical power analysis for the behavioral sciences. Hillsdale, NJ, Erlbaum. 1988.

DE BRITO, A. A.; DE BRITO, N. R. O. Diversificação de risco e choques exógenos sobre o mercado de capitais brasileiro. Revista de Administração da Universidade de São Paulo, v. 37, n. 1, 2002. Disponível em: http://rausp.usp.br/wp-content/uploads/files/v37n1p19a28.pdf

FAMA, E. F.; FRENCH, K. R. Dividend yields and expected stock returns. Journal of financial economics, v. 22, n.1, p. 3-25, 1988. Disponível em: https://ideas.repec.org/a/eee/jfinec/v22y1988i1p3-25.html

FILBECK, G.; VISSCHER, S. Dividend yield strategies in the British stock market. The European Journal of Finance, v. 3, n. 4, p. 277-289, 1997. Disponível em: https://doi.org/10.1080/135184797337372

FONTELES, I. V. et al. Política de dividendos das empresas participantes do Índice Dividendos da BM&FBovespa. Contabilidade Vista & Revista, v. 23, n. 3, p. 173-204, 2012. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=197026238007

FORTI, C. A. B., PEIXOTO, F. M., LIMA, D. Fatores determinantes do pagamento de dividendos no Brasil. Revista Contabilidade & Finanças, v. 26, n. 68, p. 167-180, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rcf/2015nahead/pt_1519-7077-rcf-201512260.pdf

FREIRE, H. V. L. et al. Dividendos e lucros anormais: um estudo nas empresas listadas na Bovespa. Revista Contabilidade & Finanças, v. 16, n. 39, p. 47-67, 2005. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1519-70772005000300005

GARRAN, F. T. Metodologias em uso no Brasil para a determinação do custo de capital próprio para avaliação de ativos por fluxo de caixa descontado. PhD Thesis. Universidade de São Paulo. 2006. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-02022007-132550/publico/Custocapital.pdf

GRAHAM, J. R.; HARVEY, C. R. The theory and practice of corporate finance: Evidence from the field. Journal of financial economics, v. 60, n. 2-3, p. 187-243, 2001. Disponível em: https://doi.org/10.1016/S0304-405X(01)00044-7

GRANT, J. L. A yield effect in common stock returns. Journal of Portfolio Management, v. 21, n. 2, p. 35-40, 1995. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/James_Grant9/publication/247905775_A_Yield_Effect_in_Common_Stock_Returns/links/547e0d270cf2de80e7cc418c/A-Yield-Effect-in-Common-Stock-Returns.pdf

GOETZMANN, W. N.; JORION, P. Testing the predictive power of dividend yields. The Journal of Finance, v. 48, n. 2, p. 663-679, 1993. Disponível em: https://doi.org/10.1111/j.1540-6261.1993.tb04732.x

GOETZMANN, W. N.; JORION, P. A longer look at dividend yields. The Journal of Business, v. 68, n. 4, p. 483-508, 1995. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/2353143

GORDON, M. J. Optimal investment and financing policy. The Journal of finance, v. 18, n. 2, p. 264-272, 1963. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/2977907

HODRICK, R. J. Dividend yields and expected stock returns: Alternative procedures for inference and measurement. The Review of Financial Studies, v. 5, n. 3, p. 357-386, 1992. Disponível em: https://doi.org/10.1093/rfs/5.3.351

JÚNIOR, W. F. et al. Evidências empíricas dos fatores determinantes das políticas de dividendos das firmas listadas na Bovespa. FACEF Pesquisa- Desenvolvimento e Gestão, v. 13, n.2, 2013. Disponível em: http://periodicos.unifacef.com.br/index.php/facefpesquisa/article/viewFile/241/233

KECK, T.; LEVENGOOD, E.; LONGFIELD, A. L. Using discounted cash flow analysis in an international setting: a survey of issues in modeling the cost of capital. Journal of Applied Corporate Finance, v. 11, n. 3, p. 82-99, 1998. Disponível em: https://doi.org/10.1111/j.1745-6622.1998.tb00505.x

LEITE, M.; BAMBINO, A. C.; HEIN, N. Relação entre política de dividendos e desempenho econômico financeiro em empresas brasileiras e chilenas. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, v. 7, n. 1, p. 205-221, 2017. Disponível em: https://search.proquest.com/docview/1867921390?pq-origsite=gscholar&fromopenview=true

LEVINE, D. M.; BERENSON, M. L.; STEPHAN, D. Estatística: teoria e aplicações usando Microsoft Excel português. Ltc, 2005.

LINTNER, J. Dividends, earnings, leverage, stock prices and the supply of capital to corporations. The review of Economics and Statistics, p. 243-269, 1962. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/1926397

LOSS, L.; SARLO NETO, A. Política de dividendos, na prática, é importante? Revista Contabilidade & Finanças, v. 14.SPE, p. 39-53, 2003. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1519-70772003000400008

LOSS, L.; SARLO NETO, A. O inter-relacionamento entre políticas de dividendos e de investimentos: estudo aplicado às companhias brasileiras negociadas na Bovespa. Revista Contabilidade & Finanças, v. 17, n. 40, p. 52-66, 2006. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1519-70772006000100005

MARINHO, K. B. A. et al. Indicadores Financeiros e Contábeis que Influenciam a Tomada de Decisão do Investidor na Elaboração de uma Carteira de Ações e na Determinação do Nível de Risco. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, v. 1, n. 2, p. 52-68, 2013. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=4864943

MARKOWITZ, H. Portfolio selection. The Journal of Finance, 7.1: 77-91, 1952.

NETO, J. A. N.; SAITO, R. Pagamentos de dividendos e persistência de retornos anormais das ações: evidência do mercado brasileiro. Revista de Administração da Universidade de São Paulo, v. 38, n. 2, 2003. Disponível em: http://rausp.usp.br/wp-content/uploads/files/V3802135.pdf

SAOUT, E. Dividend-Yield Strategies in the European Stock Market. Euro-Mediterranean Economics and Finance, p. 127, 2006.

SILVA, A. O.; DANTAS, J. A. Impacto da política de dividendos no valor de mercado das instituições financeiras no Brasil. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, v. 5, n. 4, p. 43-63, 2015. Disponível em: http://atena.org.br/revista/ojs-2.2.3-08/index.php/RGFC/article/view/2579

TRIOLA, M. F. Introdução à estatística. Rio de Janeiro: LTC, 2005.

VISSCHER, S.; FILBECK, G. Dividend-yield strategies in the Canadian stock market. Financial Analysts Journal, v. 59, n. 1, p. 99-106, 2003. Disponível em: https://doi.org/10.2469/faj.v59.n1.2506

WALTER, J. E. Dividend policies and common stock prices. The Journal of Finance, v. 11, n. 1, p. 29-41, 1956. Disponível em: https://doi.org/10.2307/2976527

YIN, L.; NIE, J. Adjusted dividend-price ratios and stock return predictability: Evidence from China. International Review of Financial Analysis, v. 73, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.irfa.2020.101618

YOU, C.-F.; LIN, S.-H.; HSIAO, H.-F. Dividend yield investment strategies in the Taiwan stock market. Investment management and financial innovations, n. 7, Iss. 2 (contin.), p. 189-199, 2010.

ZANON, A. R. M.; DE ARAÚJO, C. G.; NUNES, A. Influência Da Política De Dividendos No Valor De Mercado Das Empresas Brasileiras. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, v. 7, n. 3, p. 326-339, 2017. Disponível em: http://www.spell.org.br/documentos/ver/46580/influencia-da-politica-de-dividendos-no-valor-de-mercado-das-empresas-brasileiras--

Publicado
2021-02-27
Métricas
  • Visualizações do Artigo 85
  • PDF downloads: 130
Seção
ARTIGOS