A RELAÇÃO ENTRE O FILME "CONTÁGIO" E O COVID-19

  • ANA CLAUDIA ARAÚJO DE SOUZA UNEB/ DCHT XIX
Palavras-chave: CONTÁGIO, EPIDEMIA, COVID-19

Resumo

O texto trata-se de una análise do atual contexto da pandemia do COVID-19 e suas implicações e problemáticas, sanitárias, políticas e socioeconômicas, a partir do enredo cinematográfico apresentado no filme Contágio lançado em 9 de setembro do ano de 2011, escrito por Scott Z. Burns e dirigido por Steven Soderbergh. Neste trabalho, buscou-se relacionar um filme considerado antigo a fatos da atualidade, visto que de certa forma é intrigante, pois no decorrer da evolução humana espera-se encontrar uma grande diferença entre o real e o imaginário cinematográfico, o que o texto pode mostras é que tal pensamento de fato pode ser equivocado, pois o filme Contágio conseguiu prever em vários aspectos os desdobramentos e impactos sociais, culturais, sanitários e econômicos que uma pandemia pode causar no mundo contemporâneo desde a investigação da origem do vírus, a crença na ciência no desenvolvimento da cura e no tratamento dos infectados, a disseminação de notícias falsas, ou ainda nas questões políticas dos governos e das grandes corporações. Com isso, a relação que o presente texto traz se torna muito relevante para o atual momento, pois garante umas reflexões sobre este assunto

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

ANA CLAUDIA ARAÚJO DE SOUZA, UNEB/ DCHT XIX
GRADUANDA EM CIENCIAS CONTÁBEIS
Publicado
2020-09-12
Métricas
  • Visualizações do Artigo 3649
  • PDF downloads: 729
Seção
Sobre Filmes e Direito