DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA DE TRANSIÇÃO EM “O QUE É ISSO, COMPANHEIRO?”

  • Igor Eduardo dos Santos Araújo

Resumo

O presente trabalho discorreu sobre a obra cinematográfica nacional “O Que é Isso, Companheiro?”, lançada em 1997, que conta a história do sequestro do embaixador estadunidense Charles Elbrick por militantes de organizações de esquerda que lutavam contra a Ditadura Militar Brasileira (1964-1985), tendo por base as memórias de Fernando Gabeira, registradas em livro homônimo. Com o objetivo introduzir as discussões sobre direitos humanos e justiça de transição no Brasil, com referência ao período da Ditadura Militar, o trabalho faz uma abordagem qualitativa do filme, servindo-se de categorias de interpretação como “memória coletiva” em Halbwachs e “esquecimento” em Ricouer, para abordar questões sobre memória, verdade e justiça no Brasil pós-ditadura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Igor Eduardo dos Santos Araújo

Graduado em Direito pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Especialista em
Direito Constitucional e Administrativo. Mestrando do Programa de Pós-Graduação em
Memória: Linguagem e Sociedade, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
(PPGMLS-UESB). Servidor do Poder Judiciário da União. Membro do Grupo de
Pesquisa CNPq “Direitos Humanos, envelhecimento e violências”

Publicado
2021-05-11
Métricas
  • Visualizações do Artigo 101
  • PDF downloads: 65
Seção
Sobre Filmes e Direito