USO DE APPS PARA A PROMOÇÃO DOS CUIDADOS À SAÚDE

Fernanda Suzart da Rocha, Eloisa Bahia Santana, Érica Santos da Silva, Josiane Silva Martins Carvalho, Fernando Luís de Queiroz Carvalho

Resumo


Introdução: A utilização da tecnologia para monitorar, promover cuidados e maior adesão aos tratamentos de saúde, já é uma realidade que facilita a maior integração entre equipe multiprofissional e usuário/paciente. O que se observa é um fluxo contínuo permeado pela troca constante de informações entre os agentes envolvidos nesse processo. Essa funcionalidade tornou-se possível pelo progresso do ciberespaço mundialmente, associado ao advento dos aplicativos para celulares smartphones [Apps], que possuem, entre suas características, a fácil utilização e o maior acesso a informação pelos usuários, as quais podem favorecer o binômio ensino-aprendizado. Objetivo: Este trabalho buscou investigar produções científicas a respeito da utilização de Apps para promoção da saúde, a partir de uma abordagem que fomente a relação ensino-aprendizagem. Metodologia: Foi realizada revisão de literatura integrativa nas mais importantes bases de dados indexadas, nos idiomas inglês e português, utilizando os descritores App [aplicativos] e cuidados e promoção à saúde, em associação entre si e isolados. Foram encontrados 81 artigos publicados, dos quais 42 se adequaram aos pré-requisitos do estudo. Considerações Finais: O uso de Apps voltados aos cuidados em saúde é crescente com diversas possibilidades em terapia. A utilização de aplicativos dessa natureza tem funcionado de maneira auxiliar na promoção dos cuidados à saúde, principalmente pelo maior acesso a informações, juntamente com a participação do usuário no seu tratamento. Por outro lado, a interface ensino-aprendizagem no que tange ao processo saúde doença ainda é pouco explorada. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.