DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA DA CONTABILIDADE: ANÁLISE DO CONTEÚDO DOS WEBSITES DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR BRASILEIRAS

Ivan Canan, Graziele Birk

Resumo


A divulgação científica, compreendida como a parte da difusão científica que é direcionada à população leiga e que requer um processo de decodificação das informações de ciências e tecnologia, é parte das políticas públicas institucionalizadas no país para a inclusão social. Este trabalho investiga como essa prática tem ocorrido nos websites das Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras, mais especificamente nas páginas dos cursos de Ciências Contábeis. Utilizando como metodologia a análise de conteúdo, os resultados apontam que as instituições tendem a manter uma comunicação direcionada à população em geral que apresenta relações com saberes desenvolvidos na academia, em uma prática que pode ser considerada divulgação científica. Entretanto, o conteúdo das mensagens se caracterizam pela delimitação em torno de conceituações da contabilidade, mercado de trabalho e atuação profissional, perfil do contador e objetivo dos cursos. A frequência das mensagens, aliado ao conteúdo, sugere que há um fenômeno nacional das IES utilizarem os websites numa comunicação aparentemente paradoxal: ao mesmo tempo buscam aproximar os saberes da contabilidade à população leiga, porém denotando que o domínio dos saberes é possível somente aos iniciados.

Palavras-chave


Difusão Científica; Divulgação Científica; Contabilidade; Instituições de Ensino Superior (IES); Análise de Conteúdo

Texto completo:

ARTIGO

Referências


ALBAGLI, S. Divulgação científica: informação científica para a cidadania? Ciência da Informação, Brasília, v. 25, n. 3, p. 396-404, set./dez. 1996

ALVES, M. T. V. D. Análise de Conteúdo: sua aplicação nas publicações de contabilidade. Revista Universo Contábil, ISSN 1809-3337, FURB, Blumenau, v. 7, n. 3, p. 146-166, jul./set., 2011

BARDIN L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições70, 2009

BENJAMIM JUNIOR, V. Produção Científica de contabilidade gerencial em âmbito internacional: uma análise a partir da modelagem de redes complexas. 2015. 104 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola de Artes, Ciências e Humanidades, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

BUENO, W. da C. Jornalismo cientifico: revisitando o conceito. In: VICTOR, C.; CALDAS, G.; BORTOLIERO, S. (Org.). Jornalismo científico e desenvolvimento sustentável. São Paulo: All Print, 2009. p.157-78.

BUENO, W. da C. Comunicação Científica e Divulgação Científica: Aproximações e Rupturas Conceituais. Informação & Informação, Londrina, v. 15, n. esp, p. 1 - 12, 2010

CONWAY, N.; BRINER, R. B. Understanding psychological contracts at work: a critical evaluation of theory and research. New York: Oxford University Press, 2009.

FARIAS, M. R. S. Desenvolvimento científico da contabilidade: uma análise baseada na epistemologia realista da ciência. 2012. Tese (Doutorado em Controladoria e Contabilidade: Contabilidade) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: . Acesso em: 10/06/2016.

FAYARD, P. La sorpresa da Copérnico: el conocimento gira alredor del público. In Alambique – didáctica de las Ciencias Experimentales. n° 21, ano VI, p. 9-16, 1999.

GEORGE, C. The psychological contract: managing and developing professional groups. New York: McGraw-Hill, 2009.

HENDRIKSEN, E. S; VAN BREDA, M. F. Teoria da Contabilidade. tradução de Antonio Zoratto Sanvicente. São Paulo : Atlas, 1999.

HOQUE, Z. Rational choice theory. In: HOQUE, Zarihul (Org.). Methodological issues in accounting research; theories and methods. London: Spiramus, 2006.

IUDÍCIBUS, S. Teoria da Contabilidade. – 7ª. Ed. – São Paulo : Atlas, 2004.

IUDICIBUS, S.; MARTINS, E.; CARVALHO, L. N. Contabilidade: aspectos relevantes da epopéia de sua evolução. Revista de Contabilidade e Finanças [online]. vol.16, n.38, p. 7-19, 2005.

MARANDINO, M; SILVEIRA, R. V. M; CHELINI, M. J; FERNANDES, A. B; RACHID, V; MARTINS, L. C; LOURENÇO, M. F; FERNANDES, J. A; FLORENTINO, H. A. A Educação Não Formal E A Divulgação Científica: O Que Pensa Quem Faz? IV Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. ENPEC, 4, 2004, Bauru. Atas... Bauru, 2004. Disponível em Acesso em: 10/06/2016

MARTINS, G. de A; THEOPHILO, C. R. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MONFREDINI, I. Ciência para a Inclusão Social no Brasil: uma análise crítica. Sinéctica, Tlaquepaque , n. 44, jun. 2015 . Disponível em Acesso em 10/06/2016

MUELLER, S. P. M. Popularização do conhecimento científico. DataGramaZero, v. 3, n. 2, p. 0-0, 2002.

OLIVEIRA, J. R. S; MARTINEZ, A. L. A contabilidade e o hipertexto: um estudo sobre o uso de websites como meio de disseminação científica contábil por instituições de ensino superior brasileira. Revista Contabilidade e Finanças. USP • São Paulo • n. 43 • p. 97 - 108 • Jan./Abr. 2007

OLIVEIRA, M. C. Análise dos Periódicos Brasileiros de Contabilidade. Revista Contabilidade e Finanças - USP, São Paulo, n. 29, p. 68 - 86, maio/ago. 2002

ORTIZ BOJACÁ, J. J. Fronteras de la investigación contable-financiera-económica: autonomía e interdisciplinariedad. Revista Facultad de Ciencias Económicas: Investigación y Reflexión, Bogotá , v. 17, n. 1, p. 179-194, 2009 . Disponível em . Acesso em 10/06/2016

PEREIRA, G. R; ESCADA, P. S. Participação da sociedade civil na IV Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. Liinc em Revista, v.8, n.1, p 52-67, 2012.

QUINCHE MARTIN, F. L. El potencial de los estudios retóricos en la investigación contable. Rev.fac.cienc.econ., Bogotá , v. 20, n. 1, June 2012 . Disponível em . Acesso em 10/06/2018

ROUSSEAU, D. M. Psychological contracts in organizations: understanding written and unwritten agreements. London: Sage, 1995.

SAMPIERI, R. H. et al. Metodologia de pesquisa. 3. ed. São Paulo: McGrall Hill, 2006.

SANTOS, P. R. P; CARLIN, D. de O. Análise da produção científica do congresso ANPCONT: um estudo bibliométrico sobre o processo de convergência aos padrões internacionais de contabilidade. ConTexto, Porto Alegre, v. 12, n. 22, p. 131-144, 2° semestre, 2012

SCHMIDT, P, A classificação da contabilidade dentre os ramos do conhecimento humano. Caderno de estudos, São Paulo , n. 17, p. 01-17, 1998 . Disponível em . Acesso em 10/06/2016

SILVA, H. A. S. da; REINA, D. R. M; ENSSLIN, S. R; REINA, D. Programas de pós-graduação em contabilidade: análise da produção científica e redes de colaboração. Revista de Contabilidade e Organizações, vol. 6 n. 14, p. 145-162, 2012

SOARES, S. V; RICHARTZ, F; MURCIA F. D.. Ranking da pós-graduação em contabilidade no brasil: análise dos programas de mestrado com base na produção científica em periódicos acadêmicos no triênio 2007-2009. Revista Universo Contábil, ISSN 1809-3337 Blumenau, v. 9, n. 3, p. 55-74, jul./set., 2013


Apontamentos

  • Não há apontamentos.