Escavações discursivas sobre a imagem visual em Ação cultural para a liberdade

Erenildo João Carlos

Resumo


A sociedade contemporânea registra a presença irrefutável da imagem visual em diversos espaços sociais e áreas de conhecimento. Tal acontecimento sugere que vivemos sob o marco de uma ‘civilização da imagem’. Emerge do conhecimento desse fato a vontade de saber como essa questão aparece no âmbito do discurso da educação popular, em particular, no legado freireano. Nesse sentido, o presente texto registra um exercício de análise do enunciado da imagem visual em funcionamento nos escritos de Paulo Freire. O livro Ação cultural para a liberdade é o texto-fonte dessa incursão, e a Análise Arqueológica do Discurso – AAD, desenvolvida por Michael Foucault, em suas pesquisas de juventude e sistematizada em seu clássico livro A arqueologia do saber, é a abordagem teórico-metodológica empregada. Os achados resultantes dessa escavação apontam que a imagem visual aparece como um modo particular da linguagem em geral, tecida a partir de alguns domínios enunciativos, dentre os quais, o ontológico, o sociopolítico e o educativo, que funcionam como regras que condicionam as possibilidades do modo como Paulo Freire aborda a imagem visual, ao empregá-la em suas práticas de alfabetização de jovens e adultos na América Latina, como o Brasil, por exemplo. 


Texto completo:

PDF

Referências


Alcantara, M. A. M. de; Carlos, E. J. (2013). Análise Arqueológica do Discurso: uma alternativa de investigação na Educação de Jovens e Adultos (EJA). Intersecções: Revista de Estudos sobre Práticas Discursivas e Textuais, Jundiaí, 6(3/4), 59-75. Recuperado em 15 de setembro, 2018, de <...anchieta.br/unianchieta/revistas/interseccoes/ultimas_edicoes.asp>.

Carlos, E. J. (2017). Achados sobre a noção arqueológica do discurso em Foucault. Revista Dialectus, 4(11), 176-191.

Carlos, E. J.; Alcantara, R. R. V. de. (2017). Freire e o uso pedagógico da imagem visual na alfabetização de jovens e adultos. Reflexão e Ação. 25(2), 46-64.

Foucault, M. (2008). Arqueologia do Saber. (7a ed.). Trad. Luiz Felipe Beata Neves. Rio de Janeiro: Forense Universitária.

Freire, P. (1981). Ação cultural para a liberdade. (5a ed.). Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Romão, J. E. (2010). Paulo Freire e a imagem. In: Educação e linguagem, 13 (22), 77-97.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Educação de Jovens e Adultos

ISSN 2317-6571

ESTA REVISTA ESTÁ INDEXADA EM:

DIADORIM, PORTAL SEER, Periódicos CAPESDOAJ, JournalTOCs, CREFAL - Recursos Especializados en EPJA, Latindex

 

QUALIS B1 em Ensino

QUALIS B2 em Educação

QUALIS B3 em Planejamento Urbano e Regional/Demografia

QUALIS B3 em Interdisciplinar

QUALIS B5 em Comunicação e Informação

A Revista Brasileira de Educação de Jovens e Adultos é uma publicação do Grupo de Pesquisa Cultura, Currículo e Políticas na Educação de Jovens e Adultos - CULT-EJA.

VISITANTES:  contador de acessos