A LINGUAGEM POÉTICA PRESENTE NA NARRATIVA BICHOS DE CONCHAS, DE GLÁUCIA LEMOS

  • Celso Kallarrari Universidade do Estado da Bahia - UNEB
Palavras-chave: Bichos de conchas, Narrativa poética, Narrador, Gláucia Lemos

Resumo

Pretendemos, neste artigo, apresentar o romance Bichos de Conchas (2008), de Gláucia Lemos, como uma narrativa em prosa cuja linguagem dá margens para perceber nela a poesia. A partir do trabalho cuidadoso feito com as palavras, a autora traz à luz uma linguagem poética; ao mesmo tempo, acessível, simples, mas profunda e, sobretudo, lírica, realista e ficcional, porque o texto literário não pode perder sua aura mágica. Ora é Celeste, a narradora-personagem, quem toma as rédeas da narração, ora é o narrador-onipresente quem busca preencher as lacunas que o texto, quando narrado na primeira pessoa, não consegue, por si só, fazê-lo, de modo que percebemos, na leitura, que há harmonia e desarmonia nas trocas de narração quando se faz alternâncias de narradores entre os 20 capítulos. Ao nosso ver, é na trama da narrativa, conforme nos orienta Benjamin (2012), ou seja, no enredo bem construído, no domínio da palavra, da prosa poética (MOISÉS, 2012), que a autora busca descrever as agruras e os sabores da vida humana. Para tanto, dependerá do leitor, da sua formação, do seu prazer e fruição (BARHTES, 2002), mas também de como esta escrita se apresenta porque, no momento presente, “não é fácil a leitura de livros, não é fácil conseguir leitor de livros” (SANTIAGO, 2014, p. 118), porque “a obra somente é obra quando se converte na intimidade aberta de alguém que a escreveu e de alguém que a leu” (BLANCHOT, 2011). Em Bichos de Conchas, é possível sentir esse alumbramento de palavras, de palavras que querem dizer, que querem expressar-se em emoções como num conjunto inseparável da poetisa, da contista e, nesse momento, da romancista.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARTHES, Roland. O prazer do texto. São Paulo: Perspectiva, 2002.
BENJAMIN, Walter. O narrador: considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. 8ª Ed. Revista. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 2012, p. 213-239.
BENJAMIN, Walter. Experiência e Pobreza. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. In. Magia e técnica, arte e política. Ensaios sobre literatura e história da cultura. 8ª Ed. Revista. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 2012, p. 123-128
BENJAMIN, Walter. A crise do romance. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. In. Magia e técnica, arte e política. Ensaios sobre literatura e história da cultura. 8ª Ed. Revista. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 2012, p. 55-62
BLANCHOT, Maurice. O espaço literário. Rio de Janeiro: Rocco, 2011.
DAMULAKIS, Gerana. In. LEMOS, Gláucia. Todas as águas. Prefácio. Simões Filho: Kalango, 2015.
CORREA, Julio Enrique. A narrativa poética: a recriação e interação pela concordância. In. Revista ACB, v. 11, n. 2, 2006. Disponível em> https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/482/617> Acesso em 20 de outubro de 2020.
COSTA, Aramis Ribeiro. In. LEMOS, Gláucia. Todas as águas. Orelha. Simões Filho: Kalango, 2015.
KALLARRARI, Celso. Entre o prazer e fruição: Bichos de Conchas, de Gláucia Lemos. In. SANTOS, Valci V., BOGO, Maria Nalva R. de Araújo, KALLARRARI, Celso (Orgs). Educação e desenvolvimento: Língua, Literatura e Formação. v. 3 São Paulo: Pontes, 2017, p. 307-16.
LEMOS, Gláucia. Bichos de Conchas. São Paulo: Scortecci, 2007.
LEMOS, Gláucia. Todas as águas. Kalango: Simões Filho, 2015.
LIMA, Rocha. Gramática Normativa da Língua Portuguesa. 37ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1999.
MOISÉS, Massaud. A criação literária: poesia e prosa. Ed. Revista e atualizada. São Paulo: Cultrix, 2012.
PARECER DA COMISSÃO JULGADORA DO II CONCURSO LITERÁRIO UBE/SCORTECCI. In. Contra-capa. LEMOS, Gláucia. Bichos de Conchas. São Paulo: Scortecci, 2007.
SANTIAGO, Silviano. O cosmopolitismo do pobre. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2004.
VALENTI, Eduardo. Todos los cuentos de los Hermanos Grimm [Prólogo]. 1ª Edição. Madrid/ Buenos Aires: Editoriales Rudolf Steiner, S.L., 2000.
SANTOS, Maria de Lourdes Dionizio. A narrativa poética de Rousseau: um breve olhar sobre o Eu em As confissões. In. Revista Unicamp, 2001. Disponível em< https://www.unicamp.br/~jmarques/cursos/2001rousseau/mlds.htm#:~:text=A%20narrativa%20po%C3%A9tica%20%2D%20de%20acordo,romance%20e%20ao%20poema%2C%20simultaneamente> Acesso em 20 de outubro de 2020.
Publicado
2021-08-03
Métricas
  • Visualizações do Artigo 39
  • PDF downloads: 35