A ESCOLA DOS SUJEITOS JOVENS E ADULTOS NÃO ESCOLARIZADOS DURANTE A INFÂNCIA

Milene de Macedo Sena, Isabel Cristina de Jesus Brandão

Resumo


Resumo: Este artigo situa-se no campo das pesquisas sobre a história da infância dos sujeitos da Educação de Jovens e Adultos. Tem como objetivo analisar a ligação entre o eu da criança e o eu do adulto constitui-se enquanto repertório de memórias e de modos de agir e pode ser considerado como parte preponderante da forma que se constitui a pessoa adulta. Recorremos a pesquisas acerca da EJA e da sociologia da infância, a exemplo, daquelas que vem sendo realizadas por Sarmento (2009), Gullestad (2005) e Arroyo (2005; 2013), dentre outros. O estudo indica que as lembranças da infância podem se constituir como um instrumento para o entendimento da chegada à juventude e à adultez sem a escolarização, o que pode contribuir para se pensar a EJA sob outras perspectivas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais

ISSN 2317-6571

ESTA REVISTA ESTÁ INDEXADA EM:

DIADORIM, PORTAL SEER, Periódicos CAPESDOAJ, JournalTOCs, CREFAL - Recursos Especializados en EPJA, Latindex

 

QUALIS B1 em Ensino

QUALIS B2 em Educação

QUALIS B3 em Planejamento Urbano e Regional/Demografia

QUALIS B3 em Interdisciplinar

QUALIS B5 em Comunicação e Informação

A Revista Brasileira de Educação de Jovens e Adultos é uma publicação do Grupo de Pesquisa Cultura, Currículo e Políticas na Educação de Jovens e Adultos - CULT-EJA.

VISITANTES:  contador de acessos