Diálogos e Perspectivas Interventivas https://revistas.uneb.br/index.php/dialogos <p>A Diálogos e Perspectivas Interventivas (DIAPI) (<a href="https://portal.issn.org/resource/ISSN/2675-682X" target="_blank" rel="noopener">ISSN - 2675-682X</a>), instituída no mês de outubro do ano de 2020, é uma revista científica vinculada ao <a href="https://www.mpies.uneb.br/" target="_blank" rel="noopener">Programa de Pós-Graduação em Intervenção Educativa e Social</a> (MPIES) da <a href="https://portal.uneb.br/" target="_blank" rel="noopener">Universidade do Estado da Bahia</a> (UNEB). A DIAPI é editada em sistema de fluxo contínuo para submissão e publicação. O escopo da DIAPI inclui produções com enfoque na Interdisciplinaridade, Ciências Humanas e Ciências Sociais. A DIAPI publica dossiês temáticos, relatos de experiências, artigos originais, revisões de literatura, resenhas e carta ao editor, aceitos após processo de revisão por pares, nas línguas <strong>portuguesa, espanhola, francesa&nbsp;</strong>e&nbsp;<strong>inglesa</strong>&nbsp;conforme normatização apresentada nas diretrizes para autoras(es).</p> Universidade do Estado da Bahia pt-BR Diálogos e Perspectivas Interventivas 2675-682X <p><strong>Direitos Autorais</strong></p> <p>A submissão de originais para a Diálogos e Perspectivas Interventivas (DIAPI) implica na transferência, pelas(os) autoras(es), dos direitos de publicação. Os direitos autorais para os manuscritos publicados nesta revista são das(os) autoras(es), com direitos da DIAPI sobre a primeira publicação. As(os) autoras(es) somente poderão utilizar os mesmos resultados em outras publicações indicando explicitamente a DIAPI como o meio da publicação original.</p> <p><strong>Licença Creative Commons</strong></p> <p>Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada nesta revista científica os termos da licença <a href="https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/deed.pt_BR" rel="license">Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License</a>, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.</p> APONTAMENTOS PARA A FORMAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÓS-PANDEMIA COVID-19 https://revistas.uneb.br/index.php/dialogos/article/view/11661 <p>A formação dos profissionais da educação, atinge um alto valor nas complexas condições atuais. E é essa a responsabilidade social da Universidade de Ciências Pedagógicas "EJV". Hoje em dia exige-se do claustro e dos nossos investigadores, assumir a complexa tarefa de fazer com que esta formação alcance que os nossos licenciados deem passos sólidos na sua integral formação para poder assumir as suas funções profissionais na perspectiva de o conseguir, por sua vez, em cada educar, no caminho para uma educação de qualidade, inclusiva e sustentável ao que se aspira. pós-parto, é preciso considerar no processo de formação, os efeitos negativos que tem ocorrido na escola e até educacional, o isolamento social, a interrupção do processo educacional tradicional nas escolas, o vínculo social, a aprendizagem agora completamente individual, a dependência das tecnologias com a ajuda dos pais e o lazer tudo o que afeta emocional e intelectualmente ao escolar. Como preparar os alunos das carreiras pedagógicas para educar nessas novas condições? Que questões pedagógicas renovar? O objetivo deste artigo é meditar sobre os modos como se pode, a partir dos diferentes contextos de formação, envolver os universitários em um processo pedagógico integral, para que vivam e se apropriem do que significa a formação integral e, assim, ser capaz de alcançá-lo em seus alunos.</p> Teresita del Carmen Miranda Lena Copyright (c) 2021 Teresita del Carmen Miranda Lena https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0 2021-09-14 2021-09-14 2 e11661 e11661 10.52579/diapi.v2i.11661 EDUCAÇÃO AMBIENTAL POPULAR, UMA ALTERNATIVA DE AUTOGESTÃO https://revistas.uneb.br/index.php/dialogos/article/view/12023 <p>O artigo faz uma análise das principais contribuições da Educação Ambiental Popular para a realidade socioambiental de Cuba. Inclui também as contribuições do Centro de Educação e Promoção para o Desenvolvimento Sustentável (CEPSD) para a gestão ambiental comunitária em Pinar del Río, com ênfase no fortalecimento dos grupos de gestão comunitária.</p> Adrialys Martínez Nuñez Ekaterina Ferragut Reinoso Máryuri García González Copyright (c) 2021 Adrialys Martínez Nuñez, Ekaterina Ferragut Reinoso, Máryuri García González https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0 2021-09-14 2021-09-14 2 e12023 e12023 10.52579/diapi.v2i.12023 PROCESSO DE TRANSIÇÃO DA REVISTA CUBANA DO ENSINO SUPERIOR: DO IMPRESSO PARA O DIGITAL https://revistas.uneb.br/index.php/dialogos/article/view/11655 <p>Desde o final do século passado, o mundo da comunicação acadêmica não parou de evoluir. O surgimento da era digital gerou mudanças notáveis ​​que romperam o estatismo inerente ao processo tradicional de divulgação da ciência, que permaneceu praticamente inalterado por séculos. Nesse contexto, as revistas científicas surgem como meio formal de divulgação, organização e avaliação da ciência contemporânea, pois além de divulgar as mais recentes descobertas científicas e validar sua relevância, pertinência e vanguarda, também estimulam a interação entre as comunidades acadêmicas. Neste artigo expomos os desafios enfrentados por quem produz revistas de divulgação científica. Apresentamos o caso particular da Revista Cubana de Educação Superior, da Universidade de Havana, Cuba.</p> Adelin Del Carmen García Hernández Máryuri García González Copyright (c) 2021 Adelin Del Carmen García Hernández, Máryuri García González https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0 2021-09-14 2021-09-14 2 e11655 e11655 10.52579/diapi.v2i.11655 ANÁLISE DO DISCURSO DAS ESTRATÉGIAS DO MARKETING APLICADAS EM BIBLIOTECAS https://revistas.uneb.br/index.php/dialogos/article/view/11703 <p>Na era digital, o acesso à informação tornou-se cada vez mais dinâmico. Tudo está disponível em apenas um clique e em tempo real, e este fato transforma as bibliotecas em um ambiente cada vez menos atrativo para seus usuários. Esse artigo foi desenvolvido com o objetivo de desfazer a ideia da biblioteca apenas como depósito de livros, propondo uma análise sobre novos tipos de linguagem usados nas estratégias de marketing para atrair os usuários. O trabalho foi conduzido através de pesquisa bibliográfica sobre os impactos das novas tecnologias e as possíveis adaptações a serem efetuadas do ponto de vista da Análise do discurso, e por conseguinte, atrair os usuários para os espaços de estudo coletivo em um período ao qual o livro físico está gradativamente caindo em desuso. Como resultado, ficou clara a necessidade de mudança discurso de marketing para dar visibilidade à biblioteca e tornar seu ambiente mais moderno e atrativo para seus frequentadores.</p> Patrícia Kellen da Silva Lima Marcelo Máximo Purificação Copyright (c) 2021 Patrícia Kellen da Silva Lima, Marcelo Máximo Purificação https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0 2021-09-20 2021-09-20 2 e11703 e11703 10.52579/diapi.v2i.11703 BERGSON: POR UMA EDUCAÇÃO CRIADORA https://revistas.uneb.br/index.php/dialogos/article/view/10.52579%20diapi.v2i.11716 <p>Este breve texto pretende realizar um sobrevoo sobre alguns momentos da filosofia bergsoniana, que permitam uma reflexão sobre um modo educativo que busque incentivar nos/as estudantes um movimento que os/as leve a um processo de criação, no extremo contrário de um método educacional voltado apenas para o repasse mecânico de conteúdos que visa exclusivamente a repetição e jamais a criação do inédito.</p> Warley Kelber Gusmão Andrade Copyright (c) 2021 Warley Kelber Gusmão Andrade https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0 2021-05-05 2021-05-05 2 e11716 e11716 10.52579/diapi.v2i.11716