https://revistas.uneb.br/index.php/comsertoes/issue/feed Revista ComSertões 2020-12-27T09:43:11-03:00 João José de Santana Borges jjborges@uneb.br Open Journal Systems https://revistas.uneb.br/index.php/comsertoes/article/view/10405 Editorial 2020-12-27T09:43:05-03:00 João José Borges jjborges@uneb.br <p><em>São tempos vividos em intensidade. A Educação atravessa o tenebroso momento. E atravessa. Encontra caminhos, tem seus agentes ansiosos e amedrontados, mas realizando suas construções em meio ao caos: pandemia, desgoverno, fake news. Soluções encontradas na arte, na corporeidade, nas redes sociais, nas plataformas digitais. A Educação Pública, esse triunfo histórico da humanidade, produto de lutas políticas de outros tempos, tão agonísticos como esse, encontra novos rumos, “arranja-se com o que tem”. Mãos que digitam frenéticas, interfaces que se desdobram na cultura digital, corpos através de telas, vigorando falas de lucidez e fraternidade.</em></p> 2020-12-25T18:19:06-03:00 Copyright (c) 2020 Revista ComSertões https://revistas.uneb.br/index.php/comsertoes/article/view/10334 Tome tento, Coronavírus! 2020-12-27T09:43:06-03:00 teresa leonel teresaleonbarros@gmail.com Edonilce BARROS edobarros@uneb.br <p>Este artigo apresenta um relato sobre o projeto de extensão especial <em>Tome tento, coronavírus,</em> realizado no período de 14 de maio a 15 de agosto de 2020, a partir da produção em áudio (podcast, boletim e spot)de conteúdo jornalístico educativo sobre a COVID-19, visando combater a desinformação e asfake News disseminadas em alguns municípios e interiores do Semiárido nordestino (BA, CE e PI). O experimento proporcionou aos estudantes envolvidos a vivência remota na produção, apuração e edição de narrativas jornalísticas, dialogando com as áreas de saúde e tecnologias digitais, por meio da criação de conteúdos informacionais que fomentaram o jornalismo na área da educação. O material foi veiculado em rádios e redes sociais como YouTube, Spotify, Instagrame grupos de Whatsapp.</p> <p>&nbsp;</p> 2020-12-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista ComSertões https://revistas.uneb.br/index.php/comsertoes/article/view/9717 Agência Multiciência e TV Cemas: 2020-12-27T09:43:07-03:00 Manuela Pereira de Almeida mpalmeida@uneb.br Andréa Cristiana Santos manuellitapereira@gmail.com <p>Este artigo tem por objetivo apresentar os resultados do projeto de extensão Prevenção e Saúde: Multiciência e Cemas juntos no combate a COVID-19 e desta forma contribuir para disseminação do conhecimento sobre as atividades acadêmicas, sobretudo extensionistas e sua relevância para universidade e comunidade. O projeto de extensão executado entre os meses de junho e agosto de 2020 produziu 12 programas de audiovisual com cunho educativo, cujo conteúdo tratava de temas relacionados à prevenção e saúde no contexto de pandemia. Como aporte teórico e metodológico estão as contribuições de Soares (2011;2014) e Citelli (2011), sobre ecossistemas comunicativos, já que o projeto teve como norte os princípios da educomunicação. Além destes autores, Epstein (2002) e Bueno (2014) nos ajuda a compreensão sobre a produção jornalística a respeito do tema ciência e saúde, e as rotinas de produção jornalística. Verificou-se a relevância de disseminar informações cientificas como estratégia para combater o coronavírus e reforçar os vínculos com a comunidade escolar (professores, alunos e pais).</p> 2020-12-23T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista ComSertões https://revistas.uneb.br/index.php/comsertoes/article/view/10272 A Universidade Aberta à Terceira Idade (UATI) de Juazeiro (BA) em face ao Covid-19 2020-12-27T09:43:07-03:00 Iva Lima iclima@uneb.br Waltenice Carvalho iclima@uneb.br <p>Numa perspectiva de manter as atividades de extensão com a turma da Universidade aberta à Terceira Idade - UATI do campus III da Universidade do estado da Bahia - UNEB, durante a pandemia que assolou o mundo, a partir da disseminação do Covid-19, optou-se por escolher o aplicativo Whatsapp, como forma também de manterem-se conectados virtualmente com seus colegas de sala, além de seus familiares. Buscando-se desenvolver ações voltadas ao exercício físico, cognitivo e social com os idosos participantes, quando das partilhas de atividades e links com artesanato, exercícios físicos, palestras, jogos e brincadeiras com uso do raciocínio lógico, percebemos a importância da continuidade das ações e do incentivo às suas participações no uso do aplicativo para que pudessem permanecer de forma ativa junto aos professores e colegas, enquanto continuava a fortalecer seus laços afetivos e sociais, além de estarem desenvolvendo ações intelectuais e motoras que contribuíssem com seu bem estar.</p> 2020-12-23T16:57:20-03:00 Copyright (c) 2020 Revista ComSertões https://revistas.uneb.br/index.php/comsertoes/article/view/9667 PROCESSOS CRIATIVOS NA PRODUÇÃO ACADÊMICA EM TEMPOS DE PANDEMIA 2020-12-27T09:43:08-03:00 Lucas Bispo de Oliveira Santos lucasoliveira_ba@hotmail.com André Luiz Correia da Cruz andreuneb@hotmail.com Patrícia dos Santos Miranda pattisami@gmail.com <p>Esse trabalho propõe uma reflexão das narrativas de três pesquisadores que relatam sobre os seus processos criativos no período do distanciamento social causado pela Covid-19. O objetivo foi perceber os processos de subjetividade que podem impactar na elaboração da pesquisa acadêmica no período da pandemia. De modo a identificar as práticas, as experiências e a construção do sujeito – pesquisador. Metodologicamente, é um estudo de abordagem qualitativa a partir da relação entre as entrevistas narrativas do método (auto)biográfico e o referencial teórico. Evidenciamos por meio desse estudo que a construção de uma subjetividade perpassa pela influência do meio social em um tempo de lutas e de incertezas no contexto político. Nos processos de investigação acadêmica, o sujeito-pesquisador é atravessado por uma subjetividade nas suas produções e se vê desafiado a utilizar de sua criatividade para o fazer científico. Os elementos que orientam as reflexões aqui desenvolvidas destacam-se: o reconhecimento de técnicas de resistência do sujeito, o ato de narrar como ponto de encontro da sua transformação e a produção de si e dos processos criativos.</p> 2020-12-23T17:10:06-03:00 Copyright (c) 2020 Revista ComSertões https://revistas.uneb.br/index.php/comsertoes/article/view/9649 UTILIZAÇÃO DE ELEMENTOS DE GAMES EM SALA DE AULA: 2020-12-27T09:43:09-03:00 maria leticia gomes vieira marialeticia.quimica@hotmail.com Danielle Juliana Silva Martins danielle.juliana@ifsertao-pe.edu.br <p>aprendizagem. O presente trabalho tem como objetivo principal investigar a utilização de Elementos de Gamificação, e sua contribuição para os processos de ensino e aprendizagem na disciplina de Química, verificando-se as metodologias utilizadas pelos professores e as atividades desenvolvidas em sala. Para o desenvolvimento desta pesquisa, optou-se por utilizar método de natureza qualitativa, na perspectiva de aplicar os recursos de Gamificação em sala de aula no Ensino de Química. Assim, foram realizadas entrevistas, com questionário semiestruturado, com professores de química e alunos na turma do 1º ano do Ensino Médio na Escola Marechal Antônio Alves Filho, da cidade de Petrolina/PE. Assim, os resultados apontam no sentido da eficiência da utilização de ferramentas lúdicas no processo de ensino-aprendizagem, uma vez que utilizando o <em>Kahoot</em> como ferramenta “<em>game</em>”, identificou-se uma melhora no desempenho daqueles alunos que participaram da pesquisa.</p> 2020-12-23T17:15:48-03:00 Copyright (c) 2020 Revista ComSertões https://revistas.uneb.br/index.php/comsertoes/article/view/10091 O ENSINO REMOTO E OS IMPACTOS NAS APRENDIZAGENS 2020-12-27T09:43:10-03:00 Edilane Carvalho Teles ecteles@uneb.br Adriana Campana didacampana@yahoo.com.br Suéller Costa sueller.costa@gmail.com Fabiana Nascimento fabisil063@gmail.com <p>O presente texto é parte de uma pesquisa em andamento sobre o ensino remoto, a partir da escuta de pais, discentes e docentes sobre suas experiências ou a ausência delas com a educação formal, durante o período de distanciamento social, decorrente da pandemia da Covid-19. Para tanto, se propõe como um estudo de recepção e análise das interpretações discursivas dos sujeitos, cujo escopo é promover uma sistematização sobre a educação neste formato; é uma pesquisa qualitativa de metodologia participante, com vistas a elaborar um mapeamento sobre os entendimentos iniciais das aprendizagens construídas no período. Como resultado, vislumbra a ampliação de projetos desafiados pela inclusão e usos das tecnologias como meios para promover o ensino, na elaboração de referenciais sobre a cognição discente com as atividades atuais e o pós-pandemia.</p> 2020-12-25T15:47:11-03:00 Copyright (c) 2020 Revista ComSertões https://revistas.uneb.br/index.php/comsertoes/article/view/10251 EM ENTREVISTA À COMSERTÕES O PROFESSOR DOUTOR DA UNIVASF ALEXANDRE BARRETO DISCUTE OS DESAFIOS DA EDUCAÇÃO DURANTE A PANDEMIA 2020-12-27T09:43:11-03:00 Raphael Barbosa raphaelbarbosa.ph@gmail.com <p>Alexandre Barreto concede entrevista para a Revista Comsertões</p> 2020-12-23T17:21:04-03:00 Copyright (c) 2020 Revista ComSertões