EDUCAÇÃO E PODER: UMA ANÁLISE DOS PROCESSOS DE OBJETIVAÇÃO E SUBJETIVAÇÃO A PARTIR DE VIGIAR E PUNIR DE MICHEL FOUCAULT

  • SAMUEL CERQUEIRA MELO
  • WHELITON CHIANG SHUNG MOREIRA FERREIRA
Palavras-chave: Educação, Governabilidade, Sujeito

Resumo

O presente trabalho possui o objetivo de discutir os processos de governabilidade do sujeito através do contato social desenvolvido no universo educativo. Por seu caráter teórico-reflexivo, propõe-se a construção de uma revisão bibliográfica a partir dos elementos contidos em Michel Foucault. A abordagem qualitativa permitiu que cada conceituação fosse acompanhada de uma análise primordialmente interpretativa e crítica. Sobre o foco principal da discussão, ressalta-se a indicação da necessidade maior atenção para os disciplinamentos que constituem a educação. Compreende-se que as técnicas de controle e poder se sobrepõem à constituição do sujeito, afetando sua historicidade, a pluralidade que o compõe e sua maneira de se relacionar com o mundo. Como conclusões, constatou-se que a consciência destes processos pode contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade autônoma, auto-reflexiva, onde se estabeleçam formas genuínas de existir, em que cada sujeito possa desenvolver práticas de cuidados de si.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-26
Métricas
  • Visualizações do Artigo 392
  • PDF downloads: 296
Seção
CINTERGEO – Educação, práticas pedagógicas inovadoras e (com)temporaneidade