QUADROS QUE CHORAM

  • PAULO MARCELO SPÍNOLA RAMOS PEREIRA E PEREIRA
  • JADIRLETE LOPES CABRAL
  • ITAYARA CUNHA D'SANTIAGO
Palavras-chave: Lenda Urbana, Mitos, Semiótica

Resumo

A presente proposta trata da relação entre o gênero textual lenda urbana e os quadros do pintor italiano Giovanni Bragolin, os chamados The Crying Boys, tornados famosos na Inglaterra dos anos 70 e 80, por estarem associados a diversos eventos envolvendo incêndios além de outros relatos que podem ter sido verídicos ou não. Este trabalho se propõe a investigar a história dos quadros de Bragolin para melhor analisar o desenvolvimento das lendas urbanas que, segundo especialistas nesse campo, são um gênero textual próprio das narrativas contemporâneas por estarem associadas aos canais de difusão midiáticos como a televisão, internet e redes sociais. Essa associação sem dúvida alguma, colabora para potencializar o envolvimento do público nas histórias propagadas. Por isso, em consonância com os estudos relacionados à cibercultura, à construção das mitologias, a semiótica e à história, estabelecemos um diálogo das obras com o gênero textual lendas urbanas, a partir da fundamentação teórica sustentado por LOPES (2008), SEGAL (1998), SANTAELLA (2014) e LEÃO (2011).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-08-30
Métricas
  • Visualizações do Artigo 24
  • PDF downloads: 27
Seção
Categoria I: Pesquisadores da Graduação e Pós-graduação