ANTES TARDE DO QUE NUNCA: TRINTA ANOS DEPOIS, LAMPIÃO TEM ESTÁTUA EM SERRA TALHADA, SEU LUGAR

  • José Ferreira Júnior 7133215081
Palavras-chave: Lampi˜åo, cangaço, estatua, Serra Talhada

Resumo

     Este texto tem como objetivo analisar como se deu, após trinta anos, a confecção de uma estátua em homenagem a Lampião e sua fixação em lugar público da cidade de Serra Talhada, no sertão de Pernambuco, seu lugar de nascimento. A pesquisa, relacionada à memória e à tradição lampiônica, é de cunho qualitativo, e toma como base dados obtidos entre os anos 2008 e 2014, quando dos estudos de mestrado e doutorado do autor. Enquanto resultado, percebe-se haver nos dias atuais arrefecimento da animosidade que havia na década de 1990, quando da ocorrência de um plebiscito para decidir sobre a confecção e implantação, em praça pública, de uma estátua para Lampião. Isto sendo notado, pelo menos aparentemente, pela inexistência de resistência às estátuas de Lampião, Maria Bonita e Zabelê, implantadas em lugar público de Serra Talhada, às portas de entrada do Museu do Cangaço. Conclui-se haver sobre a memória lampiônica muito ainda a ser pesquisado, em Serra Talhada, seja no espaço urbano ou rural.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2022-02-25
Métricas
  • Visualizações do Artigo 58
  • PDF downloads: 67
Edição
Seção
Artigos