O JORNALISTA DA CIDADE CIBORGUE: CONEXÕES DE UM SER DESPLUGADO

  • Cecilio Carvalho Bastos

Resumo

A pesquisa se dedica a verificar como a cultura móvel interfere nas práticas do jornalista, configurando um profissional onipresente, envolvido pela rede e em uma conexão generalizada. Para tanto, desenvolveu-se uma análise sobre as práticas jornalísticas de profissionais das cidades de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE), problematizando os processos de subjetivação dos jornalistas para, então, alcançar os níveis de conexões que se concentram na relação tecnologia móvel e os novos procedimentos para o exercício de produção da informação. Consta, neste estudo, uma leitura ampla sobre as consequências de uma aversão tecnológica por parte dos jornalistas e empresários do setor, assim como os efeitos dos valores vinculados nas mensagens disseminadas no universo midiático compostas por um conjunto ineficiente de ferramentas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-03-10
Métricas
  • Visualizações do Artigo 190
  • PDF downloads: 112