Cordel Encantado: encontro entre modernidade e tradição

  • Alexandre Cavalcante
  • Lícia Loltran
  • Maria Akemi Yamakawa

Resumo

O presente artigo faz uma análise de como as vertentes da tradição e da modernidade estiveram presentes na novela das seis da Rede Globo, Cordel Encantado, durante sua exibição, de abril até setembro de 2011. Com fundamento em sociólogos como Mark, Durkheim, Eco, Weber e Berman, analisou-se diversos elementos da obra, desde as primeiras chamadas e a abertura, até a história e momentos específicos que permitiam tal análise. Comprovou-se que a novela trazia uma mistura harmonizada dos dois elementos, sem que um estivesse em detrimento do outro, e unindo as tradições nordestinas com a modernidade que o formato exige e com o campo dos contos de fada.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-03-10
Métricas
  • Visualizações do Artigo 272
  • PDF downloads: 92