A POSSIBILIDADE DE USO DE OXIHIDRÓXIDO DE COBALTO (III) NA DETECÇÃO ELETROQUÍMICA CLÍNICA DE METANOL E A SUA DESCRIÇÃO MATEMÁTICA

Volodymyr Tkach

Resumo


A possibilidade de uso de oxihidróxido de cobalto trivalente na detecção eletroquímica de metanol foi avaliada do ponto de vista mecanístico matemático. O modelo correspondente foi analisado mediante a teoria de estabilidade linear e análise de bifurcações. Foi detectado que o oxihidróxido de cobalto pode ser usado nas medições da concentração de metanol tanto in vivo, como in vivo, em meios neutro e alcalino, inclusive para fins de perícia. O processo pode ser controlado pela difusão, ou pela reação química, a depender da concentração do analito e da forma, de que o oxihidróxido de cobalto pode aparecer. A possibilidade das instabilidades oscilatória e monotônica também foi avaliada.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.