O estatuto do léxico segundo abordagem gerativa: aquisição de L2

Simone Lancini, Maria Alzira Leite

Resumo


RESUMO: O presente estudo tem como objetivo apresentar uma discussão sobre o estatuto do léxico segundo abordagem gerativa de Chomsky (1965). Seguindo uma perspectiva de aplicação do léxico nos estudos de aprendizagem da segunda língua (L2), o artigo procura exibir, de forma sintética, como a investigação centrada no léxico tem vindo a evoluir, e como cada uma das abordagens teóricas gerativas pode ser aplicada nos estudos de aquisição de L2. Assim, objetiva-se neste artigo apresentar uma discussão sobre o estatuto léxico, considerando a aquisição de L2. Parte-se da hipótese de que o léxico tem um papel relevante na construção da gramática interna dos falantes. Nesse cenário, procuramos responder como o léxico tem sido reconhecido na construção da gramática interna do falante de qualquer língua natural. Para isso, seguimos a abordagem teórica de Chomsky em (1965), que a partir dos anos oitenta, iniciou seus estudos do léxico, considerando-o como um componente cada vez mais abrangente de propriedades e funções da aquisição da L2, até a algum tempo atribuída em particular à sintaxe.

 

 Palavras-chave: Léxico. Gerativa. Aprendizagem da Segunda Língua (L2).


Palavras-chave


Léxico. Gerativa. Aprendizagem da Segunda Língua (L2).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2176-5782

Classificação Qualis CAPES: Linguística e Literatura - B3

Indexadores:

        

 

 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.