Um diálogo sobre (n)ação no narrado feminil em Memórias SOMânticas, de Abdulai Sila

Jonh Jefferson do Nascimento Alves, Sebastião Marques Cardoso

Resumo


O presente estudo versa sobre a narrativa da Nação como representação do desejo coletivo Bissau-guineense no romance Memórias SOMânticas (2016) de Abdulai Sila. O texto indaga o quanto os projetos e sonhos nacionalistas guineenses foram realmente alcançados passados 44 anos da independência do país e 20 anos da primeira guerra civil no estado africano tendo em vista a instabilidade política e os falhanços econômicos na atualidade. Na abordagem, buscaremos questionar as identidades e os artefatos que sugerem os conflitos internos e externos ressaltando ainda na temática pós-colonial a perspectiva do autor enquanto sujeito e voz coletiva de uma sociedade complexa e atual.

Palavras-chave


Pós-colonialismo; Narrativa da Nação; Identidade Nacional; Guiné-Bissau; Abdulai Sila

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2176-5782

Classificação Qualis CAPES: Linguística e Literatura - B3

Indexadores:

        

 

 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.