O espaço da leitura de gêneros multissemióticos em documentos oficiais do ensino médio: alguns apontamentos

Rosivaldo Gomes

Resumo


Objetiva-se, com este artigo, apresentar algumas discussões crítico-reflexivas a respeito de orientações oferecidas por documentos oficiais voltados para o ensino de Língua Portuguesa no Ensino Médio no Brasil – Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio (PCNEM, 2000); Orientações Curriculares Nacionais do Ensino Médio (OCEM, 2006), mais especificamente no que diz respeito ao trabalho com leitura de textos de gêneros multissemióticos/multimodais. O estudo, de caráter documental, torna-se relevante no sentido de buscar problematizar quais orientações são oferecidas por esses documentos para o trabalho de leitura, uma vez que esses, em maior ou menor grau, influenciam a elaboração de propostas curriculares educacionais nos municípios e estados brasileiros, bem como têm forte impactos na elaboração de materiais didáticos que são submetidos à avaliação do Ministério da Educação, como é o caso dos livros didáticos. Além disso, buscou-se mostrar quais concepções de língua, linguagem e texto são focalizadas por esses documentos no trato com o ensino de Língua Portuguesa. O estudo conclui que o conjunto de documentos investigados orienta, de forma geral, para um trabalho pouco sistemático em relação à leitura de textos de gêneros multissemióticos. Contido, é possível vermos algumas direcionamentos a respeito do trabalho de leitura desses gêneros no último documento publicado – OCNEM – no qual se estão presentes algumas proposições em relação ao papel da leitura desses gêneros relacionadas com práticas de diversos letramentos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2176-5782

Classificação Qualis CAPES: Linguística e Literatura - B3

Indexadores:

        

 

 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.