Variação entre duas formas do Particípio no Português de Salvador-Ba

Eva Maria Nery Rocha, Norma da Silva Lopes

Resumo


Este artigo trata da variação em formas de particípios de verbos considerados de particípio único ou duplo pela tradição gramatical, em dois corpora: redações de vestibulandos e entrevistas orais em Salvador. São duas variantes: o particípio <+do> versus <-do>. Utilizam-se pressupostos da sociolinguística (LABOV, 1972; 1994) e o programa GoldVarb 2001. Resultados: a variante <+do> é mais usada nos dois corpora; na escrita, com verbos de duplo particípio, o <–do> é categórico em passivas; mesmo predominando o <+do> na fala, o <-do> é mais produtivo entre homens jovens. O estudo sugere uma tendência a mais particípios <–do>. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

TABULEIRO DE LETRAS | Revista do Programa de Pós-Graduação em Estudo de Linguagens da Universidade do Estado da Bahia (PPGEL - UNEB) | ISSN 2176-5782