Uma avaliação cienciométrica do uso de estratégias de gamificação na educação em trabalhos indexados na Web of Science

Marcos V. C. Vital, Juliana C. Fortes

Resumo


A falta de motivação pode ser um grande obstáculo para o aprendizado, que muitas vezes surge no ambiente escolar como consequência dos métodos de ensino aplicados. Uma estratégia interessante para se lidar com a falta de interesse é a gamificação do ensino, que torna os alunos protagonistas no processo de aprendizado. Entretanto, o avanço e aplicação correta destas técnicas depende da existência de um referencial teórico adequado e de uma base metodológica consolidada, o que é um desafio para um tema ainda recente e em estruturação. Desta forma, neste trabalho buscamos aplicar uma abordagem cienciométrica para descrever e avaliar a produção bibliográfica sobre gamificação da educação em trabalhos acadêmicos indexados na plataforma Web of Science. Foram encontrados 1409 artigos sobre o tema, publicados a partir do ano de 2011 e mostrando uma rápida tendência para o aumento do número de

publicações a cada ano. A maior parte dos estudos foi publicada como artigos em anais de eventos. Aproximadamente 61% dos trabalhos encontrados ainda não foram citados por outros trabalhos desta base bibliográfica, e uma quantidade pequena de artigos concentra uma grande quantidade de citações. A Espanha foi o país com maior representação nos trabalhos publicados, seguida pelos Estados Unidos, Reino Unido, Brasil e Alemanha. A maior parte dos trabalhos encontrados está associada a áreas de pesquisa relacionadas à Educação, Computação e Engenharia, mas muitas outras áreas diferentes foram contempladas, como Toxicologia, Teatro e Arqueologia. As palavras chave mais frequentes mostram a estreita relação da gamificação com as tecnologias de informação e comunicação. E apesar do crescente interesse e de representação de diversos países no mundo, o padrão de colaboração entre autores sugere que ainda existam muitas “ilhas” de colaboração, indicando que o desenvolvimento de trabalhos na área ainda deve estar acontecendo de maneira isolada e pouco integrada entre diferentes grupos de pesquisa.


Texto completo:

PDF

Referências


ARIA, M. AND CUCCURULLO, C. 2017. bibliometrix: An R-tool for comprehensive science mapping analysis, Journal of Informetrics, 11(4), p. 959-975.

CLARIVATE ANALYTICS, 2019. Web Of Science. http://www.webofknowledge.com/

CUNHA, G.C.A.; BARRAQUI, L.P.; FREITAS, S.A.A. Uso da gamificação nos anos iniciais do ensino fundamental brasileiro. In: VI CONGRESSO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO; XXVIII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, 28, Recife, 2017. Anais... Recife: 2017. p. 1742-1744.

DOMINGUEZ, A., SAENZ-DE-NAVARRETE, J., DE- MARCOS, J., FERNANDEZ-SANZ, L., PAGÉS, C. AND MARTINEZ-HERRÁIZ, JJ. 2013. Gamifying learning experiences: Practical implications and outcomes. Computers & Education, 63, 380-392.

FRONZA, F.C.A. AND CARDOSO, F.L. Exergames: uso pedagógico e suas bases teóricas na educação. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 11, n. 2, p. 565-574, 2016.

MÜLLER, A.C.N.G. AND CRUZ, D.M., 2016. Formação docente na inclusão de games na educação básica: relato de uma experiência. Obra Digital, v. 10.

NICOLETE, P.C.; SILVA, J.B.; BILÉSSIMO, S.S.M.; CRISTIANO, M.A.S., 2016. Integração de tecnologias no ensino da matemática na educação fundamental pública. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA, PÓS- GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO, 1, Araranguá. Anais... Araranguá: 2016. p. 130-136.

SCImago 2019. SJR — SCImago Journal & Country Rank [Portal] http://www.scimagojr.com

SILVA, G.A.; RAMOS, D.K. Formação de professores para o uso de games na educação: revisão sistemática da literatura. In: SIMPÓSIO IBERO-AMERICANO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS, 1., 2017, Araranguá, 2017. Anais... Araranguá: 2017. p. 122-130.

SOUSA, M.H. Meaningful game: um olhar sobre o uso de jogos e aprendizagem significativa na educação. In: SEMINÁRIO DE JOGOS ELETRÔNICOS, EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO, 12, Salvador, 2017. Anais...Salvador: 2017. p. 115-123.

R Core Team (2018). R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. URL https://www.R- project.org/


Apontamentos

  • Não há apontamentos.