Gamificação para o desenvolvimento dos multiletramentos no ensino superior

Josefa Kelly Cavalcante de Oliveira, Raphael de Olveira Freitas, Fernando Silvio Cavalcante Pimentel

Resumo


Esta pesquisa apresenta estratégias de ensino pautadas na gamificação para a promoção dos multiletramentos a partir de atividades desenvolvidas durante o estágio docente da pós-graduação, realizadas na disciplina Educação e Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação com estudantes do curso de Pedagogia na modalidade presencial de uma instituição de nível superior. O estágio foi realizado sob a orientação e supervisão do professor desta disciplina com a duração de 80 horas, durante o semestre letivo de 2018.1. O objetivo dessa investigação foi identificar como a gamificação possibilita o desenvolvimento dos multiletramentos no ensino superior e suas implicações para a formação inicial de professores de Pedagogia. Na busca de fundamentação teórica sobre gamificação, multiletramentos e formação inicial de professores com Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC) recorremos aos estudos de Pimentel [2018], Bussarello [2018], Werbach e Hunter [2012], Ávila e Gomez [2017]. A investigação é fundamentada em abordagem qualitativa, de caráter exploratório, coletando dados a partir das observações diretas e participantes dos estudantes participantes da pesquisa durante os momentos online e presencial das aulas da disciplina e também de suas produçõesnos seus respectivos blogs convertendo-os em um diário de campo. A partir da análise dos dados coletados observou-se que a estratégia didática promoveu o desenvolvimento de multiletramentos nos estudantes participantes da pesquisa de forma lúdica, motivadora e dinâmica, além do desenvolvimento de habilidades e competências para o professor que vai atuar em um cenário de Educação na era digital.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, F. Gamification: como criar experiências de aprendizagem engajadoras: um guia completo: do conceito a prática. São Paulo: DVS, 2015.

ARAÚJO, I. Gamification: metodologia para envolver e motivar alunos no processo de aprendizagem. Education in the Knowledge Society, vol. 17, n. 1, 2016, p. 87-107. Universidad de Salamanca, España.

ÁVILA, C. L; GÓMEZ, S. B. La gamificaciónenlaeducación superior: una revisión sistemática. Revista IngenieríasUniversidad de Medellín, vol. 16, núm. 31, 2017, p. 97-124. Universidad de Medellín.

BUSSARELLO, R, I. Gamification: princípios e estratégias. São Paulo: Pimenta Cultural, 2016

BUSARELLO, R. I. Fundamentos da Gamificação na geração e na mediação de conhecimento. In: SANTAELLA, L. et al. [Org.]. Gamificação em Debate. São Paulo: Blucher, 2018. p. 115-126.

COLL, C; MONEREO, C. Psicologia da Educação Virtual: aprender e Ensinar Com as Tecnologias da Informação e da Comunicação.Porto Alegre: Artmed, 2010.

COPE, B.; KALANTZIS, M. Multiliteracies: Literacy learning and the design of social futures. London: Routledge, 2000.COPE, B.; KALANTZIS. Multiliteracies: Literacy learning and the design of social futures. Nova York: Routledge, 2006.

DICHEV, C; DICHEVA, D. Gamifying education: what is known, what is believed and what remains uncertain: a critical review. International Journal of Educational Technology in Higher Education, vol. 14, n. 2017, p. 1- 36. UniversitatOberta de Catalunya.

FARDO, M. A gamificação como estratégia pedagógica: estudo de elementos dos gamesaplicados em processos de ensino e aprendizagem. 2013. 104 p. Dissertação [Mestrado] – Universidade de Caxias do Sul, Programa de Pós-Graduação em Educação.

GARCIA, C. P et al. Multiletramentos no ensino público: desafios e possibilidades. Revista Práticas de Linguagem, v. 6 especial - Escrita discente – 2016.

MATTAR, J. Interações em Ambientes Virtuais de Aprendizagem histórico e modelo. Revista digital de Tecnologias Cognitivas n. 9, jan. - jun. 2014, p. 53-71.

NETO, Tanzi et al. Multiletramentos em ambientes educacionais. In: Rojo, R. [Org.]. Multiletramentos e as TICS - Escolas Conectadas. São Paulo: Parábola, 2013, v. 1, p. 131-155.

PIMENTEL, F. S. C. Gamificação na educação, cunhando um conceito. In: FOFONCA, E.; BRITO, G. S.; ESTEVAM, M.; CAMAS, N. P. V. Metodologias pedagógicas inovadoras: contextos da educação básica e da educação superior. v. 1. Curitiba: Editora IFPR, 2018, p.76-87.

RENGIFO, Y.S. P et. al. Experiencias motivacionales gamificadas: una revisión sistemática de literatura. Innovación educativa, vol. 17, núm. 75. 2017, p. 63-80. Instituto Politécnico Nacional. Distrito Federal, México.

ROJO, R; MOURA, E. [Org.]. Multiletramentos na Escola. 1a. ed. São Paulo, SP: Parábola Editorial, 2012. v. único. 262 p.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. P. B. Metodologia de pesquisa. 5 ed. Porto Alegre: Penso, 2013.

SANTOS, R. E.; VERGUEIRO, W. Histórias em quadrinhos no processo de aprendizado: da teoria à prática. EccoS, São Paulo, n. 27, p. 81-95. jan./abr. 2012.

WERBACH, K; HUNTER, D. For the Win: How Game Thinking Can RevolutionizeYour Business. Philadelphia, Pennsylvania: Wharton Digital Press, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.