Projeto Cor@gem: um design de jogo digital e de memória de adolescentes com fibrose cística hospitalizados no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA-RS)

Eliane Lourdes da Silva Moro, Lizandra Brasil Estabel, Leandro Paz da Silva

Resumo


Projeto realizado com o objetivo de estudar a interação entre pacientes com Fibrose Cística (FC) internados no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Rio Grande do Sul e o acesso e uso das Tecnologias de Informação e de Comunicação (TIC) com a possibilidade de acessibilidade e inclusão social. O estudo, envolve como sujeitos, adolescentes em idades de 12 a 22 anos diagnosticados com FC, em longos períodos de internação, nos quartos restritos, afastados e impossibilitados do convívio social. Apresenta atividades socioeducativas significativas como a mediação de leitura, narrativas em diferentes suportes de informação e comunicação e a interação entre os adolescentes, que auxilia o exercício da leitura, escrita e produção textual. Pesquisa de caráter qualitativo que pretende utilizar como meio para as narrativas, a linguagem oral e escrita, cujo suporte é o computador com acesso à internet, viabilizando a comunicação, expressão, interação, compartilhamento e construção de novos conhecimentos entre adolescentes num quarto de hospital. Apresenta como produto o desenvolvimento de um jogo digital construído pelo grupo de pesquisadores e sujeitos no processo de interação com as mídias e suas questões de design. Apresenta resultados parciais da pesquisa realizada.


Texto completo:

PDF

Referências


ABREU E SILVA, Fernando Antônio de, ZHANG, L., IRION, K., KOZAKEWICH, H., REID, L., CAMARGO, J. J., N S, P., 2000. Clinical Course of Postinfectious Bronchiolitis Obliterans. In: Pediatric Pulmonology. Estados Unidos: , v.29, p.341 – 350.

AQUINO, Carolina Generoso de; OBREGON, Rosane de Fatima Antunes. 2018. Elementos Visuais em Jogos Digitais: Uma Revisão Sistemática da Literatura. Anais SBGames 2018, Art & Design Track.

DENZIN, Norma, K.; LINCOLN, Yvonna S., 2006. O Planejamento da Pesquisa Qualitativa: teorias e abordagens. 2a Ed. Trad. Sandra Regina Netz. Porto Alegre: Artmed.

DE PAULA, Bruno H.; HILDEBRAND, Hermes R.; VALENTE, José A. 2014. Jogos digitais e o letramento lúdico: a consolidação dos videogames como meio com diferentes possibilidades expressivas. Anais do SBGAMES Simpósio Brasileiro de Jogos Digitais 2014. PUCRS. Porto Alegre.

EST ABEL, Lizandra Brasil; MORO, Eliane da Silva; SANTAROSA, Lucila Maria Costi, 2003. Abordagens na Cooperação e Colaboração na utilização de Ambientes de Aprendizagem mediados por computador pelos PNEEs com limitação visual. In: Informática na Educação: teoria e prática. Porto Alegre, UFRGS, v.6, n.1, p.41 - 54.

KATO, P.M. 2012. Evaluating efficacy and validating health games. Games for Health: Research, Development, and Clinical Applications, 1(1), 74-76.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M.E.D.A., 2003. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU.

MANDAJI, C; SORANZO, F. 2016. Letramento Multissemiótico: Uma Abordagem dos Regimes de

Interação em Infográficos. Revista do Programa de Pós- Graduação em Estudos de Linguagens UFMS. Campo Grande.

MAROSTICA, Paulo José Cauduro; SANTOS, Jacqueline Almeida; SOUZA, Wilma Adriane Sulzbach de; RASKIN, Salmo; ABREU E SILVA, Fernando Antonio de. 1995. Estimativa da incidência de fibrose cística em Porto Alegre: análise a partir da frequência da mutaçäo delta F508 em recém-nascidos normais. Revista AMRIGS, v.3, n.39, p.205-207, jul./set.

MICHAEL, D.; CHEN, S. 2006 Serious Games: Games that Educate, Train, and Inform. Cengage Learning. Boston.

MORO, Eliane L. da Silva. 2011. Ambientes Virtuais de Aprendizagem e Recursos da Web 2.0 em Contexto Hospitalar: rompendo a exclusão temporária de adolescentes com fibrose cística. 2010. Tese (Doutorado em Educação). UFRGS/PPGEdu. Porto Alegre. Disponível em: . [Acesso em 25 setembro 2018].

ROCHA, Kátia Bones; MOREIRA, Mariana Calesso; OLIVEIRA, Viviane Ziebell de. 2004. Adolescência em pacientes portadores de fibrose cística. Aletheia, Canoas , n. 20,p. 27-36,dez. Disponível em . acessos em 30 jan. 2019.

YIN, R. K., 2005. Estudo de Caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman.

VYGOTSKY, L. S., 1997. Obras Completas: fundamentos de defectología. V.5. Madrid: Visor.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.