Runners & Dragons: Uso de jogos e gamificação como ferramentas de auxílio ao desenvolvimento de hábitos saudáveis

Wilgner Viana da Conceição, Antonio Max Raichaski, Mairon de Souza Pereira

Resumo


A prática de bons hábitos é essencial para o desenvolvimento e manutenção de um estilo de vida saudável, sendo este um dos fatores que influenciam positivamente na qualidade de vida e na longevidade das pessoas. Verifica-se em diversos indivíduos, porém, a presença de certas barreiras psicológicas que dificultam a adoção e manutenção de tais hábitos, como a necessidade de incentivo e a desmotivação. O uso da gamificação, técnica que consiste em aplicar elementos de jogos em situações da realidade, pode auxiliar na superação destas dificuldades, por conta do engajamento e da motivação que proporciona a seus jogadores. Baseado no contexto exposto, este estudo busca apresentar o jogo Runners & Dragons, criado com o intuito de auxiliar seus jogadores a desenvolverem o hábito de praticar atividades físicas, para que estes adquiram uma melhoria em sua qualidade de vida. Visando obter resultados iniciais relacionados ao uso do jogo, fora realizada uma pesquisa que consistiu na utilização do jogo por 14 pessoas e na coleta e análise dos dados de seus exercícios praticados. Ao final do experimento, percebeu-se que, ainda que os resultados obtidos sejam insuficientes para chegar a uma conclusão final, alguns dos jogadores demonstraram uma evolução nos resultados de seus exercícios a cada partida realizada, indicando um possível início de formação do hábito da caminhada.


Texto completo:

PDF

Referências


AMATO, M.C.M., 2004. Estilo de vida. 5. ed. São Paulo: Roca.

BURKE, B., 2015. Gamificar: como a gamificação motiva as pessoas a fazerem coisas extraordinárias. São Paulo: DVS Editora.

CLEAR, J., 2018. Atomic habits: An easy & proven way to build good habits & break bad ones. New York: Penguin Random House LLC.

DEAN, J., 2013. Making habits, breaking habits: why we do things, why we don’t and how to make any change stick. Boston: Da Capo Press.

DUHIGG, C., 2012. O poder do hábito: por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios. Rio de Janeiro: Editora Objetiva.

JAST, J., 2017. Hack your habits: an unusual guide to escape motivational traps, bypass willpower problems and accelerate your success. 2.ed. New York: Penguin Random House LLC.

MARQUES, R.F.R., 2008. Qualidade de vida, atividade física e saúde: relações na busca de uma vida melhor. In: Vilarta, R. e Gutierrez, G.L. Qualidade de vida no ambiente corporativo. Campinas: IPES Editorial. Disponível em: https://www.fef.unicamp.br/fef/sites/uploads/deafa/qvaf/a mbiente_completo.pdf [Acesso em 18 dez 2018].

MCGONIGAL, J., 2012. A realidade em jogo. Rio de Janeiro: Best Seller.

NAHAS, M.V.; MAURO, V.G. E FRANCALACCI, V., 2000. O pentáculo do bem-estar - base conceitual para avaliação do estilo de vida de indivíduos ou grupos. In: Revista brasileira de atividade física e saúde, v. 5, n. 2, p. 49-59, 2000. Disponível em: http://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/1002/1156 [Acesso em 18 dez 2018].

O’CONNOR, R., 2014. Rewire: change your brain to break bad habits, overcome addictions, conquer self-destructive behavior. New York: Penguin Random House LLC.

POYATOS NETO, H.R., 2015. Gamificação: engajando pessoas de maneira lúdica. [s.l.]: FIAP.

RAICHASKI, A.M.; SOUZA, M.; CONCEIÇÃO, W.V.; TOMASI, C.D. E BERNHARDT, M.F., 2018. Gamificação aplicada à prática de hábitos de vida saudáveis. In: XVII SBGAMES, 2018, Proceedings of SBGames 2018. Foz do Iguaçu, PR: SBC. Disponível em: https://www.sbgames.org/sbgames2018/files/papers/Arte sDesignShort/188055.pdf [Acesso em 05 fev 2018].

SENGEN, J., 2015. Concise Dictionary of Modern Medicine. Pennsauken: BookBaby.

SILVA, E.L., MENEZES, E.M., 2015. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 4.ed. Florianópolis: UFSC. Disponível em: https://projetos.inf.ufsc.br/arquivos/Metodologia_de_pes quisa_e_elaboracao_de_teses_e_dissertacoes_4ed.pdf [Acesso em 30 mar 2018]

VIANNA, V.; VIANNA, M.; MEDINA, B. E TANAKA, S., 2013. Gamification, Inc: como reinventar empresas a partir de jogos. Rio de Janeiro: MJV Press.

ZICHERMANN, G. E CUNNINGHAM, C., 2011. Gamification by design: implementing game mechanics in web and mobile apps. California: O’Reilly Media.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.