O vivido e o concebido na história da educação brasileira: a biografia intelectual de Sud Mennucci e a formação de professores rurais

Fernando Henrique Tisque dos Santos, Dislane Zerbinatti Moraes

Resumo


O objetivo deste trabalho foi compreender a natureza do pensamento educacional de Sud Mennucci a partir da construção da sua “biografia intelectual”. Sua atuação no campo educacional está marcada pela defesa da criação de Escolas Normais Rurais. O corpus documental da pesquisa é composto por 5 livros publicados por Sud Mennucci e seus textos escritos na Revista do Professor (1934-1939) e Educação (1929-1948). Nosso referencial teórico consistiu na leitura de François Dosse (2009), que entende a biografia como uma entrada para a reflexão historiográfica a partir da singularidade da vida de um indivíduo. Pierre Bourdieu (1998), a partir de suas análises sobre o capital cultural e Roger Chartier (1990, 1991) que tem permitido pensarmos na relação entre o capital cultural e social como fundamentos de representações. Para Sud Mennucci, os professores de origem urbana e formados nas Escolas Normais das cidades eram considerados inaptos para trabalhar nas escolas rurais. Os formados em Escolas Normais Rurais deveriam desempenhar o papel de “apóstolos” do ensino, assumindo o papel de disseminadores de conhecimentos úteis ao trabalho agrícola.


Palavras-chave


Sud Mennucci, biografia intelectual, formação de professores rurais

Texto completo:

PDF

Referências


Fontes consultadas

MENNUCCI, Sud. O que fiz e pretendia fazer. São Paulo: Editora Piratininga, 1932.

________. Aspectos Piracicabanos do ensino rural. São Paulo: Empreza Gráfica da Revista dos Tribunaes, 1934a.

________. A Crise Brasileira de Educação. 2ª ed. São Paulo: Editora Piratininga, 1934b.

________. Pelo Sentido Ruralista da Civilização: subsídios para a história do ensino rural no Estado de São Paulo. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1935.

________. Ruralização. São Paulo: Imprensa Oficial, 1944.

Referências

ALEXANDRE, Fernando Luiz. Literatura e educação na memória de uma cidade: um olhar sobre Thales Castanhos de Andrade. 2007, 230 fl. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo. 2007.

ARROYO, Miguel Gonzalez; CALDART, Roseli Salete; MOLINA, Mônica Castagna (Orgs.). Por uma educação do campo. Petrópolis: Vozes, 2011.

AZEVEDO, Fernando de. A Educação na Encruzilhada. São Paulo: Melhoramentos, 1957.

BEZERRA NETO, Luiz. Avanços e retrocessos da educação rural no Brasil. 2003, 233 fl., Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade de Campinas, Campinas, 2003.

BOURDIEU, Pierre. A ilusão biográfica. In: FRREIRA, Marieta Morais; AMADO, Janaína (org.). Usos e abusos da história oral. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1996. p. 183-191.

________. Os usos sociais da ciência: por uma sociologia clínica do campo. São Paulo: UNESP, 2004.

________. Escritos de educação. 9ª ed. Petrópolis (RJ): Vozes, 1998.

________. O poder simbólico. 13ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.

CALDART, Roseli Salete. Pedagogia do Movimento Sem Terra. 3ª ed. São Paulo: Expressão Popular, 2004.

CARVALHO, Marta Maria Chagas de. A escola e a república e outros ensaios. Bragança Paulista, SP: EDUSP, 2003.

CATANI, Denice Barbara; BASTOS, Maria Helena Câmara. Apresentação. In: Educação em Revista: a imprensa periódica e a história da educação. São Paulo: Escrituras Editora, 2002, p. 05-10.

CASPARD, Pierre; CASPARD, Penélope. Imprensa Pedagógica e Formação Contínua de Professores Primários (1815-1939). In: CATANI, Denice Barbara; BASTOS, Maria Helena Câmara. Educação em Revista: a imprensa periódica e a história da educação. São Paulo: Escrituras Editora, 2002, p. 33-46.

CAVALCANTI, Mário. Sud, o mestre. Revista do Professor. São Paulo: Centro do Professorado Paulista, nº 13, Ano X, p. 25-27, agosto, 1952.

CHARTIER, Roger. História Cultural: entre práticas e representações. Lisboa: DIFEL, 1990.

________. O mundo como representação. Estudos Avançados. Revista do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo. São Paulo, no. 11, vol. 05, p. 173-190, Jan./Abr, 1991. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ea/v5n11/v5n11a10.pdf. Acessado em: 08 jun. 2019.

CRUZ, Noêmia Saraiva de Matos. Educação Rural. Revista Educação. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, Vol. XXXVII, nº 60 e 61, p. 19-20, Setembro/dezembro, 1951.

DEMARTINI, Zeila de Brito Fabri. O coronelismo e a educação na 1ª República. Educação e Sociedade. Campinas, SP, n. 34. p. 44-74, dez., 1989.

DORA LICE. O Calvário de uma Professora. São Paulo: Estabelecimento Gráfico Irmãos Ferraz, 1927.

DOSSE, François. O Desafio Biográfico: escrever uma vida. São Paulo: EDUSP, 2009.

FAUSTO, Boris. História do Brasil. 2ª Ed. São Paulo: EDUSP, 1995.

FILHO, Lourenço. A preparação de pessoal docente para as escolas primárias rurais. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Rio de Janeiro, Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos, nº 52, Vol. XX , p. 61- 104, Outubro/dezembro, 1953.

FONSECA, Marcus Vinícius. A Educação dos Negros: uma nova face do processo de abolição da escravidão no Brasil. Bragança Paulista: EDUSF, 2002a.

_______. A Educação dos Negros: um desafio para a análise historiográfica. Revista Brasileira de História da Educação. Dossiê: negros e a educação. São Paulo, Universidade de São Paulo. nº 4, p. 123-144, jul/dez, 2002b. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/rbhe/article/view/38725/20254. Acessado em: 05 jul. 2019.

GIESBRECHT, Ralph Mennucci. Sud Mennucci: lembranças de Piracicaba. São Paulo: Imprensa Oficial, (s/d).

GINZBURG, Carlo. “Sinais: raízes de um paradigma indiciário” In: GINZBURG, Carlo. Mitos, emblemas, sinais: Morfologia e História. São Paulo: Companhia das Letras, 1990. p. 143-179.

________. O queijo e os vermes: o cotidiano e ideias de um moleiro perseguido pela Inquisição. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

GUELLI, Oscar Augusto. O saneamento da zona rural: um serviço que o professor pode prestar. Revista do Professor. São Paulo: Centro do Professorado Paulista, nº 13, Ano X, p. 09-10, agosto, 1952.

HERSCHAMNN, Micael Maiolino; PEREIRA, Carlos Alberto Messender. O imaginário moderno no Brasil. In: HERSCHAMNN, Micael Maiolino; PEREIRA, Carlos Alberto Messender. A invenção do Brasil moderno: medicina, educação e engenharia nos anos 20-30. Rio de Janeiro: Rocco, 1994, p. 09-42.

MENNUCCI, Sud. A literatura escolar e a escola activa. Revista Educação. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, Vol VII, n. 01-02, p. 106-114, Abr/Jun, 1929.

________. Escola Normal de Mirasol. Revista do Professor. São Paulo: Centro do Professorado Paulista, nº 02, Ano I, p. 02-03, março/1934.

________. A situação escolar da capital. Revista do Professor. São Paulo: Centro do Professorado Paulista, nº19, Ano IV, p.01-02, maio/1937.

MARQUES, Vera Regina Beltrão; PANDINI, Sílvia. Feios, sujos e malvados: os aprendizes marinheiros no Paraná oitocentista. Revista Brasileira de História da Educação. Maringá, Universidade Estadual de Maringá, n.º 08, p.85-104, jul/dez, 2004. Disponível em: https://www.rbheold.sbhe.org.br/index.php/rbhe/article/view/199. Acessado em: 01 jul. 2019.

MICELI, Sérgio. Intelectuais à brasileira. São Paulo: Companhia da Letras, 2001.

MORAES, Dislane Zerbinatti. Apresentação. In: MORAES, Dislane Zerbinatti; LUGLI, Rosário Silvana Genta (orgas.) Docência, pesquisa e aprendizagem: (Auto)biografias como espaços de formação/investigação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010a. p. 11-17.

MORAES, Dislane Zerbinatti. Fontes (auto) biográficas na pesquisa em educação: “um relógio solar histórico-sociológico”. In: BARBOSA, Raquel Lazzari Leite; PINAZZA, Mônica Appezzato. (Orgas.) Modos de narrar a vida: cinema, fotografia, literatura e educação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010b. p. 113-137.

NÓVOA, António. A Imprensa de Educação e Ensino: concepção e organização do repertório português. In: CATANI, Denice Barbara; BASTOS, Maria Helena Câmara. Educação em Revista: a imprensa periódica e a história da educação. São Paulo: Escrituras Editora, 2002. p. 11- 32.

PEIXOTO, Silveira. Leo Vaz e Sud. Revista do Professor. São Paulo: Centro do Professorado Paulista, nº 01, Ano VI, p. 26-27, maio, 1949.

POUSA, Angela Sodero. A propósito da educação em meio rural. Revista do Professor. São Paulo: Centro do Professorado Paulista, nº 16, Ano XI, p. 16-19, maio, 1953.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. A biografia como gênero e problema. História Social: Dossiê História e Biografia. Revista dos pós-graduandos em história, Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP: n. 24, p. 51-73, Janeiro/junho 2013. Disponível em: https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/rhs/article/view/1577/1083. Acessado em: 04 jun. 2019.

SOUZA, Elizeu Clementino de. Apresentação: Educação e ruralidades: olhares cruzados sobre ruralidades contemporâneas. Revista da FAEEBA: educação e contemporaneidade, Universidade do Estado da Bahia: Departamento de Educação. Salvador, v.20, n.36, p. 15-18, jul./dez. 2011. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/379/326. Acessado em: 03 fev. 2020.

STAROBINSKI, Jean. Jean-Jaques Rousseau: la transparence et l’obstacle. Paris: Tel, Gallimard, 1976.

VIDAL, Diana Gonçalves; FARIA FILHO, Luciano Mendes. História da educação no Brasil: a constituição histórica do campo (1880-1970). Revista Brasileira de História. São Paulo: Universidade de São Paulo, v. 23, n.45, p. 37-70, julho, 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbh/v23n45/16520.pdf. Acessado: 05 jun. 2019.

VICENTINI, Paula Perin. Um estudo sobre o CPP (Centro do Professorado Paulista): profissão docente e organização do magistério (1930 - 1964). 1997, 196 fl. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997.




DOI: http://dx.doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2020.v5.n13.p144-164

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores: 

 

 

Portal SEER

Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica - RBPAB - Qualis A4 Educação

 A Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica é publicada sob a licença Creative Commons de  Atribuição-NãoComercial CC BY-NC

  Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0