Autobiografia e currículo

Hiller Soares Santana

Resumo


Este artigo apresenta algumas considerações a respeito da opção metodológica da autobiografia, utilizada como defesa de tese de doutoramento em Educação, no campo do currículo, inspirada no Método Currere de William Pinar (1996). Discuto aqui, ainda que de forma sintética, a forma utilizada no texto da tese, como uma imitação de texto teatral, bem como apresento as bases do método que subsidiaram a escrita autobiográfica. O artigo considera outras influências, mas enfatiza a perspectiva apresentada pelo método proposto por Pinar como sendo a que foi apropriada efetivamente para a inscrição de minha biográfica na cena curricular.

Palavras-chave


Autobiografia; Método Currere; Currículo; Gênero e Sexualidade

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAHÃO, Maria Helena Menna Barreto. Pesquisa (auto)biográfica - tempo memórias e narrativas. In. ABRAHÃO Maria Helena Menna Barreto. (Org.) A aventura (auto)biográfica: teoria & empiria. Porto Alegre EDIPUCRS, 2004. p. 201- 224.

BENJAMIN, Walter. 1892 -1940. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura / Walter Benjamin; tradução Sergio Paulo Rouanet; prefácio Jeanne Marie Gagnebin. - 7. ed. - São Paulo: Brasiliense, 1994. - (Obras escolhidas; v.1)

DE CASTELL, Suzanne. On finding one’s lace in the text: Literacy as a tecnology of self-formation. In: WILLIAM F. Pinar (Ed.) Contemporay curriculum discourses: tweny years of JCT (398-411). New York: Peter Lang. 1999. p. 398-411.

HONÓRIO FILHO, Wolney. Velhas histórias coladas à pele: a importância das histórias de vida na formação do professor. Educação, Porto Alegre, v. 34, n. 2, p. 189 -197, 2011.

LACLAU, Ernesto. Emancipação e diferença. Coordenação e revisão técnica geral Alice Casimiro Lopes e Elizabeth Macedo. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2011.

LASCH, Christopher. A cultura do narcisismo. Rio de Janeiro: Imago Ed., 1983.

MACEDO, Elizabeth. Currículo como espaço-tempo de fronteira cultural. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 11, n. 32, p. 285-372, mai/ago, 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-24782006000200007&script=sci_arttext&tlng=pt Acessado em: 10 set. 2019.

MACEDO, Elisabeth; MENEZES, Isabel. (Org.) Currículo, Política e Cultura. Conversas entre Brasil e Portugal. Curitiba: Editora CRV, 2019.

NÓVOA. Antônio. Prefácio. In: ABRAHÃO, Maria Helena Menna Barreto (Org.) História e histórias de vida: destacados educadores fazem a história da educação rio grandense. 2. ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004. p. 7-12.

RICH, Adrienne. Heterossexualidade compulsória e existência lésbica. Revista Bagoas, Natal, UFRN, n. 5, p. 17-44, 2010. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/bagoas/article/view/2309/1742 Acessado em: 15 set. 2019.

ORTIGÃO, Maria Isabel Ramalho; PEREIRA, Talita Vidal. Trabalho Colaborativo: conflito e dialogicidade. In: MACEDO, Elisabeth; MENEZES, Isabel. (Org.) Currículo, Política e Cultura. Conversas entre Brasil e Portugal. Curitiba: Editora CRV, 2019. p. 95-109.

PEREIRA, Marta Regina Alves. Nas malhas da diferença: nuanças de gênero na educação de crianças. Uberlândia: EDUFU, 2005.

PINAR, William F. The method of currere (1975). In: PINAR, William F. (Ed). Autobiography, Politics and Sexuality. New York: Peter Lang, 2011. p.19-27.

__________. O que é a teoria do currículo? Porto: Porto Editora. 2007.

__________. et al. Understanding curriculum. New York: Peter Lang, 1995.

PINAR, William F. and GRUMET, Madeleine R. Toward a poor curriculum. Dubuque, IA: Kendall/Hunt. 1996.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2020.v5.n13.p375-388

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores: 

 

 

Portal SEER

Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica - RBPAB - Qualis A4 Educação

 A Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica é publicada sob a licença Creative Commons de  Atribuição-NãoComercial CC BY-NC

  Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0