CONHECIMENTO BOTÂNICO TRADICIONAL SOBRE PLANTAS MEDICINAIS NO SEMIÁRIDO DA PARAÍBA (NORDESTE, BRASIL)

Nayze de Almeida Marreiros, Ezequiel da Costa Ferreira, Camilla Marques de Lucena, Reinaldo Farias Paiva de Lucena

Resumo


O presente estudo registrou as plantas medicinais conhecidas e utilizadas pelos moradores de sete comunidades rurais no semiárido da Paraíba, nordeste do Brasil. Foram entrevistados 100% dos mantenedores familiares (homem e mulher). Registraram-se 58 espécies medicinais, pertencentes a 42 gêneros e 18 famílias botânicas. Registraram-se 3.361 citações de uso, distribuídas da seguinte maneira: 693 citações na comunidade São Francisco, 836 em Capivara, 47 em Pau D’Arco, 544 em Barroquinha, 288 em Várzea Alegre, 730 em Santa Rita e 223 em Coelho. As famílias que se destacaram foram Fabaceae (13 spp.) e Euphorbiaceae (5 spp.). As espécies mais citadas foram Myracrodruon urundeuva Allemão e Sideroxylon obtusifolium (Roem & Schult.) T.D.Penn. Identificou-se o uso da casca como principal parte utilizada e a indicação terapêutica inflamação geral como a mais citada em todas as comunidades. As categorias afecções não definidas e dores não definidas e transtornos do sistema respiratório foram proeminentes tanto entre as comunidades como entre os gêneros. O estudo evidenciou uma grande diversidade de formas de uso para as espécies elencadas com fins medicinais, encontrando-se um consenso entre os gêneros.


Palavras-chave


Etnobotânica, Semiárido, Populações Tradicionais.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, U.P.; ANDRADE, L.H.C. Uso de recursos vegetais da Caatinga: O caso do Agreste do Estado de Pernambuco (Nordeste do Brasil). Interciência, v. 27, p. 336-345, 2002.

ALBUQUERQUE, U.P.; MEDEIROS, P.M.; ALMEIDA, A.L.; MONTEIRO, J.M.; LINS NETO, E.M.F.; MELO, J.G.; SANTOS, J.P. Medicinal plants of the caatinga (semi-arid) vegetation of NE Brazil: a quantitative approach. Journal of Etnopharmacology, v. 114, n. 3, p. 325-354, 2007.

ALBUQUERQUE, U.P.; LUCENA, R.F.P.; ALENCAR, N.L. Métodos e técnicas para a coleta de dados. In: ALBUQUERQUE, U.P., LUCENA, R.F.P., CUNHA L.V.F.C. (Eds). Métodos e técnicas na pesquisa etnobotânica. Recife: Editora NUPEEA, p. 40-64, 2010.

ALMEIDA, C.F.C.B.R.; ALBUQUERQUE, U.P. Uso e conservação de plantas e animais medicinais no estado de Pernambuco (Nordeste do Brasil): um estudo de caso. Interciencia, v. 27, n.6, p. 276-285, 2002.

ALMEIDA, C.F.C.B.R.; AMORIM, E.L.C.; ALBUQUERQUE, U.P.; MAIA, M.B.S. Medicinal plants popularly used in the Xingó region – a semi-arid location in Northeastern Brazil. Journal of Etnobiology and Ethnomedicine, v. 2, n. 15, 2006.

ALMEIDA, C.F.C.B.R.; RAMOS, M.A.; AMORIM, E.L.C.; ALBUQUERQUE, U.P. “A comparison of knowledge about medicinal plants for three rural communities in the semi-arid region of northeast of Brazil”. Journal of Ethnopharmacology, v. 127, p. 674-684, 2010.

ARNOUS, A.H.; SANTOS, A.S.; BEINNER, R.P.C. Plantas medicinais de uso caseiro – conhecimento popular e interesse por cultivo comunitário. Revista Espaço para a Saúde, v. 6, n. 2, p. 1-6, 2005.

ATLAS GEOGRÁFICO DO ESTADO DA PARAÍBA: Secretaria da Educação. Governo do Estado da Paraíba. João Pessoa, Brasil: Grafset 1985:100.

BARBOSA, J.A.A. “Das sementes aos frutos”: indicações terapêuticas dos vegetais e suas partes em uma comunidade tradicional na Paraíba. Revista de Biologia e Farmácia - Biofar, v. 5, n. 1, p. 48-63, 2011.

BERNARDES, N. As Caatingas. Revista Estudos Avançados. USP, São Paulo, n. 13, p. 69-78, 1999.

BRITO, M.R.; SENNA-VALLE, L. Plantas medicinais utilizadas na comunidade caiçara da Praia do Sono, Paraty, Rio de Janeiro, Brasil. Acta Botanica Brasilica, v. 25, n. 2, p. 363-372, 2011.

CABRAL, D.L.V.; SOBRINHO, T.J.S.P.; AMORIM, E.L.C.; ALBUQUERQUE, U.P. Relationship of biometric parameters on the concentration of tannins in two medicinal plants - a case study. Boletín Latinoamericano y del Caribe de Plantas Medicinales y Aromáticas, v. 9, n. 5, p. 368-376, 2010.

FERRAZ, J.S.F.; ALBUQUERQUE, U.P.; MEUNIER, I.M.J. Valor de uso e estrutura da vegetação lenhosa às margens do riacho do Navio, Floresta, PE, Brasil. Acta Botanica Brasilica, v. 20, n. 1, p. 125-134, 2006.

GOMES, E.C.S.; BARBOSA, J.; VILAR, F.C.R.; PEREZ, J.O.; RAMALHO, R.C. FREIRE, J.L.O. Plantas da Caatinga de uso terapêutico: levantamento etnobotânico. Engenharia Ambiental: Pesquisa e Tecnologia, v. 5, n. 2, p. 74-85, 2008.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 2010. Disponível em: http//www.ibge.gov.br/cidades. Acesso em: 20 de dez. 2010.

LEITE, A.P.; PEDROSA, K.P.; LUCENA, C.M.; CARVALHO, T.K.N.; FÉLIX, L.P.; LUCENA, R.F.P. Uso e conhecimento de espécies vegetais úteis em uma comunidade rural no Vale do Piancó (Paraíba, Nordeste, Brasil). Revista de Biologia e Farmácia - Biofar. Volume especial, p. 133-157, 2012.

LOPES, I.S.; SILVA, J.E.R.; MACHADO, I.A.; SILVA, C.E.M.R.; MARINHO, M.G.V.; RANGEL, J.A.F. Levantamento de plantas medicinais utilizadas na cidade de Itapetim, Pernambuco, Brasil. Revista de Biologia e Farmácia - Biofar, v. 07, n. 01, p. 115-121, 2012.

LORENZI, H. A arte de curar versus a ciência das doenças: história social da homeopatia no Brasil. São Paulo: Dynamis Editorial, 1996.

LORENZI, H.; MATOS, F. Plantas medicinais no Brasil: nativas e exóticas. 2 ed. São Paulo: Instituto Plantarum, p. 16-12, 2008.

LUCENA, R.F.P.; ARAÚJO, E.L.; ALBUQUERQUE, U.P. Does the local availability of woody Caatinga plants (Northeastern Brazil) explain their use value. Economic Botany, v. 61, n. 4, p. 347–361, 2007.

LUCENA, R.F.P.; FARIAS, D.C.; CARVALHO, T.K.N.; LUCENA, C.M.; NETO, C.F.A.V.; ALBUQUERQUE, U.P. Uso e conhecimento da aroeira (Myracrodruon urundeuva) por comunidades tradicionais no semiárido brasileiro. Sitientibus, v. 11, n. 2, p. 255–264, 2011.

LUCENA, R.F.P.; SOARES, T.C.; VASCONCELOS-NETO, C.F.A.; CARVALHO, T.K.N.; LUCENA, C.M.; ALVES, R.R.N. Uso de recursos vegetais da Caatinga em uma comunidade rural no Curimataú Paraibano (nordeste do Brasil). Polibotánica, v. 34, p. 237-258, 2012a.

LUCENA, C.M.; COSTA, G.M.; SOUSA, R.F.; CARVALHO, T.K.N.; MARREIROS, N.A.; ALVES, C.A.B.; PEREIRA, D.D.; LUCENA, R.F.P. Conhecimento local sobre cactáceas em comunidades rurais na mesorregião do sertão da Paraíba (Nordeste, Brasil). Biotemas, v. 25, n. 3, p. 279-289, 2012b.

LUCENA, C.M.; COSTA, G.G.S.; CARVALHO, T.K.N.; GUERRA, N.M.; QUIRINO, Z.G.M.; LUCENA, R.F.P. Uso e conhecimento de cactáceas no município de São Mamede (Paraíba, Nordeste do Brasil). Revista de Biologia e Farmácia - Biofar, volume especial, p. 121-134, 2012c.

MACEDO, M.; FERREIRA, A.R. Plantas medicinais usadas para tratamentos dermatológicos, em comunidades da Bacia do Alto Paraguai, Mato Grosso. Revista Brasileira de Farmacognosia, v. 14, n. 1, p. 40-44, 2004.

MACENA, L.M; NASCIMENTO, A.S.S; KRAMBECK, K; SILVA, F.A. Plantas medicinais utilizadas por gestantes atendidas na unidade de saúde da família (USF) do Bairro Cohab Tarumã no Município de Tangará da Serra, Mato Grosso. Revista de Biologia e Farmácia - Biofar, v. 7, n. 1, p.143-155, 2012.

MARQUES, J.B. Comércio e conservação de três espécies vegetais da caatinga ameaçadas de extinção e de uso medicinal em duas áreas do Cariri Oriental Paraibano. 2008. 105 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2008.

MMA (Ministério do Meio Ambiente). 2008. Disponível em: www.mma.gov.br/. Acesso em: 18 de dez. 2012.

MONTEIRO, J.M.; ALBUQUERQUE, U.P.; LINS-NETO, E.M.F.; ARAÚJO, E.L.; AMORIM, E.L.C. Use patterns and Knowledge of medicinal species among two rural communities in Brazil´s semi-arid northeastern region. Journal of Ethnopharmacology, v. 105, n. 1-2, p. 173-186, 2006.

ODONNE, G.; VALADEAU, C.; ALBAN-CASTILLO, J.; STIEN, D.; SAUVAIN, M.; BOURDY, G. Medical ethnobotany of the Chayahuita of the Paranapura basin (Peruvian Amazon). Journal of Ethnopharmacology, v. 146, n. 1, p. 127-153, 2013.

OLIVEIRA, M.A.C. Plantas medicinais utilizadas para ploblemas bucais: estudo etnobotanico em diferentes biomas da Paraíba. 2010. 111f. Trabalho de Conclusão de Curso, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa.

OLIVEIRA, F.C.S.; BARROS, R.F.M.; MOITA NETO, J.M. Plantas medicinais utilizadas em comunidades rurais de Oeiras, semiárido piauiense. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 12, n. 3, p. 288-301, 2010.

OLIVEIRA, E.R.; MENINI NETO, L. Levantamento etnobotânico de plantas medicinais utilizadas pelos moradores do povoado de Manejo, Lima Duarte – MG. Revista Brasiliera de Plantas Medicinais, v. 14, n. 2, p. 311-320, 2012.

OMS - Organização Mundial de Saúde. 2000. Classificação estatística internacional de doenças e problemas relacionados à saúde. Editora da Universidade de São Paulo, 10: 1191p.

PEDROSA, K.M.; GOMES, D.S.; LUCENA, C.M.; PEREIRA, D.D.; SILVINO, G.S.; LUCENA, R.F.P. Uso e disponibilidade local de Sideroxylon obtusifolium (ROEM. & SCHULT.) T.D. PENN. (quixabeira) em três regiões da depressão sertaneja da Paraíba, nordeste do Brasil. Revista de Biologia e Farmácia – Biofar, volume especial, p. 158-183, 2012.

PINTO, E.P.P.; AMOROZO, M.C.M.; FURLAN, A. Conhecimento popular sobre plantas medicinais em comunidades rurais de mata atlântica – Itacaré, BA, Brasil. Acta Botanica Brasilica, v. 20, n. 4, p. 751-762, 2006.

RIBEIRO, J.E.S.; CARVALHO, T.K.N.; RIBEIRO, J.P.O.; GUERRA, N.M.; SILVA, N.; PEDROSA, K.M.; ALVES, C.A.B.; SOUSA JÚNIOR, S.P.; SOUTO, J.S.; NUNES, A.T.; LIMA, J.R.F.; OLIVEIRA, R.S.; LUCENA, R.F.P. Ecological Apparency Hypothesis and Availability of Useful Plants: Testing different use values. Ethnobotany Research & Applications, v. 12, p. 415-432, 2014.

ROQUE, A.A., ROCHA, R.M., LOIOLA, M.I.B. Uso e diversidade de plantas medicinais da caatinga na comunidade rural de Laginhas, município de Caicó, Rio Grande do Norte (Nordeste do Brasil). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 12, n. 1, p. 31-42, 2010.

ROQUE, A.A.; LOIOLA, M.I.B. Potencial de uso dos recursos vegetais em uma comunidade rural no semiárido potiguar. Revista Caatinga, v. 26, n. 4, p. 88-98, 2013.

SANTOS, J.P.; ARAÚJO, E.L.; ALBUQUERQUE, U.P. Richness and distribution of useful woody plants in the semi-arid region of northeastern Brazil. Journal of Arid Environments, v. 72, n. 5, p. 652-663, 2008.

SILVA, M.D. Estudo farmacobotânico de três espécies medicinais da caatinga em Pernambuco. 2008. 68f. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Programa de Pós-Graduação em Botânica – Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2008.

SILVEIRA, P.F.; BANDEIRA, M.A.M.; ARRAIS, P.S.D. Farmacovigilância e reações adversas às plantas medicinais e fitoterápicos: uma realidade. Revista Brasileira de Farmacognosia, v. 18, n. 4, p. 618-626, 2008.

SIMÕES, C.M.O.; SCHENKEL, E.P. A pesquisa e a produção brasileira de medicamentos a partir de plantas medicinais: s necessária interação da indústria com a academia. Revista Brasileira de Farmacognosia, v. 12, n. 1, p. 35-40, 2002.

SOUSA, R.F.; GOMES, D.S.; LEITE, A.P.; SANTOS, S.S.; ALVES, C.A.B.; LUCENA, R.F.P. Estudo etnobotânico de Myracrodruon urundeuva allemão no Vale do Piancó (Paraíba, Nordeste, Brasil). Revista de Biologia e Farmácia – Biofar, v. 7, n. 1, p. 72-83, 2012.

SOUZA, E. Degradação Ambiental da Mata do Cano localizada no município de Solânea-PB. 1. ed. Guarabira, 69 p., 2006.

TEIXEIRA, S.A.; MELO, J.I.M. Plantas medicinais utilizadas no município de Jupi, Pernambuco, Brasil. Iheringia, v. 61, n. 1-2, p. 5-11, 2006.

VENDRUSCOLO, G.S.; MENTZ, L.A. Levantamento etnobotânico das plantas utilizadas como medicinais por moradores do bairro Ponta Grossa, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Iheringia, Série Botânica, v. 61, n. 1-2, p. 83-103, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 Base de Indexadores: