Pesquisa Arqueológica pautada na Tradição Geométrica: No território da Sub-Tradição Paulo Afonso

Maria Cleonice de Souza Vergne, Salomão David Vergne Cardoso, Manuella Maria Vergne Cardoso, Caio Humberto Ferreira Dória de Souza

Resumo


Esse artigo, tem a sua pesquisa em um dos territórios do Complexo Paulo Afonso, o contexto de Lagoa das Pedras, pautada princípios do diagnostico prospectiva sem intervenção de sub-superfície, privilegiando os Sítios de Registro Gráfico, composto por grafismos puros, inserido em matacões de granito, que por mais de cinco décadas foram objeto de quebra de pedras, grande foi a perda de sítios nessa área. Os sítios intactos possuem uma composição estilística, de registo não reconhecíveis, mais precisamente grafismo puros, inerente a Tradição Geométrica, definida como tal pela Dra. Niéde Guidon. A metodologia utilizada foi o bibliográfico, prospectivo, o levantamento georreferencial e de registo documental, pautada no contexto Científico-Acadêmico. Os resultados estão pautados na preservação dos sítios restantes e a conscientização do pertencimento pela comunidade local.


Palavras-chave


Arqueologia, Registo Rupestre, Patrimônio.

Texto completo:

PDF

Referências


BINFORD, L. Willow smoke and dogs’ tails: hunter-gatherer settlement systems and archaeological site formation. American Antiquity, 45 (1), pp. 4-20, 1980.

CHESF/ENGE-RIO. EIA-RIMA da UHE-Xingó. Tomo I e II, Diagnóstico Ambiental, meio físico, v.02, 1993b.

DE BLASIS, P.A.D. & MORALES, W.F. Analisando sistemas de assentamento em âmbito local: uma experiência com full-coverage survey no Bairro da Serra. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, MAE/USP, v.05, pp. 125-144, 1995.

FISH, S.K. & KOWALEWSKI, S.A. The archaeological of regions. A case for full-coverage survey. Washington: Smithsonion Institutions Press,1990.

LAMING-EMPERAIRE, A. La signification de l’art rupestre paléolithique. Paris, Le Seuil, 1962.

LEMONNIER, P. The study of material culture today: toward an anthropology of technical systems. Journal of anthropological archaeology, 5, pp. 147-186, 1986.

MARTIN, G. Pré-História do Nordeste do Brasil. Recife, UFPE, 1999.

MORAIS, J. M. A utilização dos afloramentos litológicos pelo homem pré-histórico brasileiro: análise do tratamento da matéria-prima. São Paulo: Coleção do Museu Paulista, Edição do Fundo de Pesquisas do Museu Paulista da Universidade de São Paulo, v. 07, Tese de Doutoramento, 1983, 212p.

PESSIS, A. M. Do estudo das gravuras rupestres pré-históricas no Nordeste do Brasil.

PROUS, A. As categorias estilísticas nos estudos da arte pré-histórica: arqueofatos ou realidades? São Paulo, MAE/USP, suplemento 03, pp. 251-261, 1999.

SCHIFFER, M. B. & SKIBO, J. M. The explanation of artifact variability. American Antiquity, 62, pp. 27-50, 1997.

VERGNE, C. et all. Grafismos geométricos: hipótese ou realidade na área do baixo São Francisco. Canindé – Revista do Museu de Arqueologia de Xingó. MAX/UFS, 01, pp. 158-168, 2001.

VERGNE, C.; et all. Os sítios de arte rupestre – área arqueológica de Xingó. Aracajú, Anais do 3º Workshop do Museu de Arqueologia de Xingó, Universidade Federal de Sergipe, pp.131-135, 2004.

VERGNE, C. Arqueologia do Baixo São Francisco estruturas funerárias do sítio Justino, região de Xingó, Canindé de São Francisco – Sergipe. São Paulo, MAE/USP, tese de doutoramento, 2004.

______________. Arqueologia e Turismo: notas sobre os sítios de pintura rupestre no município de Paulo Afonso – BA. Rios – Revista Científica da Faculdade Sete de Setembro. Paulo Afonso, FASETE, v.01, pp.130-138, 2005b.

VERGNE, C., et all. Estudo tecnológico e tipológico da cerâmica arqueológica do sítio Curituba I, Canindé de São Francisco, SE. Canindé – Revista do Museu de Arqueologia de Xingó, n.08, pp. 151-167, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.