Resumo da resenha: Cantares ao meu povo, de Solano Trindade.

Sávio Oliveira Silva

Resumo


O livro de poemas, Cantares ao meu povo, do escritor, poeta e artista Solano Trindade (1908–1974), relata de diferentes formas tanto na composição quando na temática, o sofrimento do povo negro e a sua segregação durante e depois da escravidão. A referente resenha explorará as vertentes de denúncias feitas e as diferentes temáticas abordadas no seu livro acima citado. Propositalmente, suas experiências como militante socialista estão postas de forma latente, a partir disso a resenha fará análise para interpretar o eu lírico nos poemas. Todavia, a influência de suas diversas e variadas obras poéticas são bases de desenvolvimentos sobre a temática afro-brasileira e sua ansiedade por justiça impulsiona os leitores à produção cientifica e os debates. Desta forma, sua forma de expressão por meio da arte remete o conhecimento de uma cultura diferente e ancestral. Com o intuito de relatar de forma direta e objetiva, Solano Trindade usa a “proesia” (junção de prosa e poesia) para detalhar em simples versos e indagar a diferença que se acredita ter na contemporaneidade. O trabalho se desenvolverá com base na perspectiva da análise do eu lírico na obra e o porquê que sua obra é tão espelhada para construção de novos movimentos de identidade negra. Findando-se com apreciação e indicação da obra.  


Palavras-chave


Afro-brasileira; Militância; Poesia; Identidade.

Texto completo:

PDF

Referências


TRINDADE, Solano. Cantares ao meu povo. São Paulo: Editora Brasiliense, 1981.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.