POLÍTICA DE DIVIDENDOS: ESTUDO DOS FATORES DETERMINANTES PARA AS EMPRESAS ATUANTES NO SETOR DE UTILIDADE PÚBLICA

Francisco Ivander Amado Borges Alves, Yuri Romeiro Guedes, Jackeline Lucas Souza

Resumo


A política de dividendos é uma tomada de decisão estratégica que pode influenciar o valor de uma empresa. Ela se relaciona com a avaliação de quanto, como e quando distribuir ou não os lucros obtidos aos acionistas, sendo considerada, portanto, um atrativo aos investidores. Esta pesquisa tem por objetivo analisar os fatores determinantes da distribuição de dividendos das empresas brasileiras atuantes no setor de Utilidade Pública. A pesquisa é quantitativa, descritiva e documental, com a amostra delimitada em 56 empresas, que publicaram seus demonstrativos do período de 2010 a 2016, totalizando 380 observações. Foram utilizadas para analisar os dados coletados a estatística descritiva, a regressão logit (dummy associada se houve ou não distribuição de dividendos) e a regressão com dados em painéis com efeito fixo (valor dos dividendos). Os achados indicaram que o tamanho e a rentabilidade contribuem positivamente com a probabilidade da empresa distribuir dividendos, em contrapartida de que a existência de acordo entre acionistas apresentou efeito inverso sobre essa probabilidade (modelo logit). Além disso, o acordo de acionistas influenciou positivamente o valor dos dividendos, ao passo que a complexidade (remuneração dos administradores) impactou de forma inversa o valor dos dividendos (modelo com dados em painel).

Palavras-chave


Dividendos; Utilidade Pública; Fatores Determinantes

Texto completo:

PDF

Referências


AHMAD, N. G.; BARROS, V.; SARMENTO, J. M. The Determinant of Dividend Policy in Euronext 100. Corporate Ownership & Control, v. 15, n. 4, p. 8-17, 2018. Disponível em: . Acesso em: 04 ago. 2018.

AKERLOF, G. A. The market for lemons: quality uncertainty and the market mechanism. The Quarterly Journal of Economics, v. 84, n. 3, p. 488-500, 1970. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2018.

ALMEIDA, L. A. G.; TAVARES, F. O.; PEREIRA, E. T. Determinante da política de dividendos em Portugal. Revista Universo Contábil, v. 10, n. 4, p. 162-181, 2014. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2018.

BOGNA, K. J. Determinants of dividend policy: evidence from polish listed companies. Revista Procedia Economics and Finance, v. 23, n. 1, p. 473-477, 2015. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2018.

BOULTON, T. J.; BRAGA-ALVES, M. V.; SHASTRI, K. 2012. Payout policy in Brazil: dividends versus interest on equity. Journal of Corporate Finance, v. 18, n. 4, p. 968-979, 2012. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2018.

BRASIL. Lei n° 6.404, de 15 de dezembro de 1976. Dispõe sobre as Sociedades por Ações. Diário Oficial, Poder Executivo, Brasília, DF, 17 dez. p. 1 (suplemento), 1976. Disponível em: . Acesso em: 22 jul. 2018.

COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS. Instrução Normativa nº 693, de 30 de agosto de 2012. Dispõe sobre a contabilização da proposta de pagamento de dividendos. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 30 ago, 2012. Disponível em: . Acesso em: 03 ago. 2018.

DALFOVO, M. S.; LANA, R. A.; SILVEIRA, A. Métodos quantitativos e qualitativos: um resgate teórico. Revista Interdisciplinar Científica Aplicada, v. 2, n. 4, p. 01-13, 2018. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2018.

ELTON, E. J.; GRUBER, M. J. 1970. Marginal stockholder tax rates and the clientele effect. The Review of Financial Studies, v. 52, n. 1, p. 68-74, 1970. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2018.

FONTELES, I. V.; PEIXOTO JUNIOR, C. A.; VASCONCELOS, A.D de.; DE LUCA, M. M. M. Política de dividendos das empresas participantes do índice dividendos da BM&FBovespa. Revista Contabilidade Vista & Revista, v. 23, n. 3, p. 173-204, 2012. Disponível em: . Acesso em: 23 fev. 2018

FORTI, C. A. B.; PEIXOTO, F. M.; ALVES, D. L. E. Fatores determinantes do pagamento de dividendos no Brasil. Revista Contabilidade & Finanças, v. 26, n. 68, p. 167-180, 2015. Disponível em: . Acesso em: 27 jul. 2018.

GOMES, P. H. da C. N.; TAKAMATSU, R. T.; MACHADO, E. A. Determinantes da política de remuneração do capital próprio: dividendos versus juros sobre capital próprio. Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade, v. 5, n. 2, p. 62-85, 2015. Disponível em: . Acesso em 25 jul. 2018.

GORDON, M. Dividends, earning and stock prices. Review of Economics and Statistics, v. 41, n. 1, p. 99-105, 1959. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2018.

GOULART, A. M. C. Gerenciamento de resultados contábeis em instituições financeiras no Brasil. Departamento de Contabilidade e Atuária da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo - 37 Tese de Doutorado, 2007. Disponível em: . Acesso em: 02 jun. 2019.

HOLANDA, A. P.; COELHO, A. C. D. Dividendos e efeito clientela: evidências no mercado brasileiro. Revista de Administração de Empresas, v. 52, n. 4, p. 448-463, 2012. Disponível em: . Acesso em 31 mar. 2018.

IUDÍCIBUS, S.; GELBCKE, E. R.; MARTINS, E.; SANTOS, A. dos. Manual de contabilidade societária: aplicável a todas as sociedades de acordo com as normas internacionais e do CPC. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2013.

KAJOLA, S. O.; DESU, A. A.; AGBANIKE, T. F. Factors influencing dividend payout policy decisions of nigerian listed firms. International Journal of Economics, Commerce and Management, v. 3, n. 6, p. 539-557, 2015. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2018.

KHAN, F. A.; AHMAD, N. Determinants of dividend payout: an empirical study of pharmaceutical companies of Pakistan Stock Exchange (PSX). Journal of Financial Studies & Research, 2017(2017), p. 1-16. Disponível em: . Acesso em: 04 ago. 2018.

KRONBAUER, C. A.;LOPES, J. C. S.; BARBOSA, M. A. G.; SCHWERZ, M. B. Uma análise dos estudos sobre política de dividendos nos periódicos brasileiros no período de 2007 a 2012. UNOPAR Científica Ciências Exatas e Tecnológicas, v. 15, n. 2, p. 183-192, 2014. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2018.

LEITE, M.; BAMBINO, A. C.; HEIN, N. Relação entre política de dividendos e desempenho econômico financeiro em empresas brasileiras e chilenas. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, v. 7, n. 1, p. 205-221, 2017. Disponível em: . Acesso em: 23 jul. 2018.

LINTNER, J. Distribution of incomes of corporations among dividends, retained earnings and taxes. American Economic Review, v. 46, n. 2, p. 97-113, 1956. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2018.

LOSS, L.; NETO, A. S. O inter-relacionamento entre políticas de dividendos e de investimentos: estudo aplicado às companhias brasileiras negociadas na Bovespa. Revista Contabilidade & Finanças, v. 17, n. 40, p. 52-66, 2006. Disponível em: . Acesso em: 24 jul. 2018.

MAGRO, C. B. D.; GORLA, M. C.; KLANN, R. C. Excesso de confiança do Chief Executive Officer e a prática de gerenciamento de resultados. Revista Catarinense da Ciência Contábil, v. 17, n. 50, p. 55-70, 2018. Disponível em: . Acesso em: 02 jun. 2019.

MARTINS, A. I.; FAMÁ, R. O que revelam os estudos realizados no Brasil sobre política de dividendos? Revista de Administração de Empresas, v. 52, n. 1, p. 24-39, 2012. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2018.

MELO, F. J.; FONSECA M. W. Política de dividendos no Brasil: uma análise na reação do mercado a anúncios de distribuição de proventos. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 12, n. 27, p. 137-164, 2015. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2018.

MILLER, M. H.; MODIGLIANI, F. 1961. Dividend policy, growth and the valuation of shares. Journal of Business, v. 34, n. 4, p. 411-433, 1961. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2018.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. 2013. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale. Disponível em: . Acesso em: 23 jul. 2018.

RABELO, G. B.; PONTE, V. M. R.; VIANA JUNIOR, D. B. C.; DOMINGOS, S. R. M. 2017. A distribuição de dividendos como ferramenta sinalizadora de desempenho futuro nas companhias listadas na BM&FBovespa. Revista Universo Contábil, v. 13, n. 3, p. 162-182. Disponível em: . Acesso em: 23 jul. 2018.

REBOUÇAS, N. A.; ALMENDRA, R. S.; VASCONCELOS, A. C. Políticas de dividendos em empresas do setor elétrico. Revista Ambiente Contábil, v. 10, n. 1, p. 308-328, 2018. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2018.

SANTOS, J. F.; GALVÃO, K. S. Política de Dividendos e seus fatores determinantes: evidenciando a ausência de consenso teórico-empírico. Revista FAE, v. 18, n. 1, p. 52-69, 2015. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2018.

SILVA, E. B.; EVANGELISTA, A. A. Planejamento Tributário: uma análise comparativa sobre a retiradas dos sócios através do pró-labore, dividendos e juros sobre capital próprio. Revista Metropolitana de Governança Corporativa, v. 2, n. 1, p. 19-37, 2017. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2018.

SILVA, R. L. M. da; NARDI, P. C. C.; TONANI, R. A relevância do dividendo adicional proposto. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 13, n. 29, p. 179-202, 2016. Disponível em: . Acesso em: 02 jun. 2019.

SOBRINHO, W. B. R.; RODRIGUES, H. S.; SARLO NETO, A. Dividendos e accruals discricionários: um estudo sobre a relação entre a política de distribuição de dividendos e a qualidade dos lucros. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 11, n. 24, p. 03-24, 2014. Disponível em: . Acesso em: 02 jun. 2019.

NETO, J. A. de S.; JORDÃO, R. V. D.; PINHEIROS, J. L.; MARQUEZINE, R. P. Juros sobre capital próprio como forma de remuneração de acionistas: um estudo sobre o conflito de agência e as práticas de planejamento tributário. Revista de Administração FACES Journal, v. 13, n. 4, p. 90-108, 2014. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2018.

SOUSA, V. H. T. F. de; PENEDO, A. S. T.; PEREIRA, V. S. Estudo Bibliométrico sobre Dividendos no Brasil. Revista Capital Científico, v. 16, n. 3, p. 81-94, 2018. Disponível em: . Acesso em 31 jul. 2018.

SPENCE, A. M. 1973. Job market signalling. Quarterly Journal of Economics, v. 87, n. 3, p. 355-374, 1973. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2018.

VASCONCELOS, A. F.; MONTE, P. A. A remuneração de executivos e o desempenho financeiro das empresas brasileiras. Registro Contábil, v. 4, n. 1, p. 1-17, 2013. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2018.

VIANA JUNIOR, D. B. C.; PONTE, V. M. R. Políticas de dividendos: um estudo comparativo entre empresas brasileiras e norte-americanas. Revista Universo Contábil, v. 12, n. 1, p. 25-44, 2016. Disponível em: . Acesso em: 31 jul. 2018.

VIANA JUNIOR, D. B. C.; MARQUES, D. B.; DOMINGOS, S. R. M.; PONTE, V. M. R. A influência da política de dividendos sobre o valor de mercado: evidências em empresas brasileiras. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 20, n. 2, p. 175-194, 2017. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2018.

ZANON, A. R. M.; ARAÚJO C. G.; NUNES, A. 2017. Influência da política de dividendos no valor de mercado das empresas brasileiras. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, v. 7, n. 3, p. 326-339, 2017. Disponível em: . Acesso em: 24 jul. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.18028/rgfc.v8i1.5534

Apontamentos