VALUATION SEGUNDO DAMODARAN E A VANTAGEM COMPETITIVA DAS EMPRESAS DA ZONA FRANCA DE MANAUS DE ACORDO COM BUFFETT

Eponyne Abade Ham, André Ricardo Reis Costa, Luiz Augusto de Carvalho Francisco Soares

Resumo


O Polo Industrial de Manaus – PIM é o principal modelo de desenvolvimento socioeconômico da Amazônia Ocidental. Então, é necessário apontar se as empresas instaladas no PIM geram valor e expressam vantagem competitiva. Diante disso, o presente trabalho analisou o desempenho de duas empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM), a Moto Honda da Amazonia e NCR Brasil, quanto à geração de valor e considerando os conceitos de vantagem competitiva segundo Warren Buffett (WB). Especificamente, objetivou identificar nas demonstrações contábeis das empresas os fatores de vantagem competitiva segundo WB e estimar o valor das empresas, conforme as projeções de dividendos segundo Gordon (1962). Os resultados obtidos demonstraram que a Honda não apresentou Valuation positivo, devido à elevada necessidade de investimento em giro. Já, a NCR Brasil expressou elevado potencial de gerar valor. Porém nenhuma das empresas inscreveu os itens de vantagem competitiva conforme os critérios de investimentos de Warren Buffett.


Palavras-chave


Valuation, Vantagem Competitiva, Warren Buffett, Polo Industrial.

Texto completo:

ARTIGO

Referências


ACA (2016). PIB do AM atinge R$ 86,7 bilhões, o menor do Norte. Disponível em: - Acesso 10.02.2017

ANDRADE, Weslei Aparecido; KOSHIO, Senichiro. Identificação da Vantagem Competitiva de Longo Prazo nas Demonstrações Financeiras da AmBev na Visão de Warren Buffett. In: CONGRESSOUSP DE CONTROLADORIA E CONTABILIDADE, 2014. Anais..15º Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, São Paulo, SP, 2014.

ASSAF, A. Neto (2012). Finanças corporativas e valor.

ASSAF NETO, Alexandre. Valuation: métricas de valor e avaliação de empresas. São Paulo: Atlas, v. 20, 2014.

BRADLEY, Michael; JARRELL, Gregg A.; KIM, E. On the existence of an optimal capital structure: Theory and evidence. The journal of Finance, v. 39, n. 3, p. 857-878, 1984.

BUFFETT, Mary; CLARK, David. Warren Buffett e a análise de balanços. Como identificar empresas com vantagem competitiva de longo prazo por meio de suas demonstrações financeiras. Rio de Janeiro: Sextante, 2010.

CNI. Serviço de Apoio ao investidor - Portal da Indústria. Disponível em: < http://static-cms-si.s3.amazonaws.com/media/filer_public/30/57/3057d8cd-3641-408e-8b7c5851911f289/estudo-setorial-am-hppc-v11-portugues-final_1.pdf> - Acesso em 27.12.2016

DA CUNHA, Moisés Ferreira; MARTINS, Eliseu; NETO, Alexandre Assaf. Avaliação de empresas no Brasil pelo fluxo de caixa descontado: evidências empíricas sob o ponto de vista dos direcionadores de valor nas ofertas públicas de aquisição de ações. Revista de Administração, v. 49, n. 2, p. 251-266, 2014.

DA CUNHA, Moisés Ferreira; IARA, Renielly Nascimento; RECH, Ilirio José. O valor da perpetuidade na avaliação de empresas no Brasil. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 8, n. 20, 2014.

DAMODARAN, Aswath. Avaliação de investimentos. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1997.

DAMODARAN, Aswath. Finanças corporativas: teoria e prática. Bookman Editora, 2009.

DE AVILA LEHMKUHL, Rafael Francisco. VARIAÇÃO DAS AÇÕES DO I-BRX100: ANALISE DE ACORDO COM A FILOSOFIA DE INVESTIMENTO DE WARREN BUFFETT. Revista Interdisciplinar Científica Aplicada, v. 7, n. 4, p. 52-79, 2012.

DO MONTE, Paulo Aguiar; NETO, Pedro Lopes Araújo; RÊGO, Thaiseany Freitas. Avaliação de empresas pelo Método do Fluxo de Caixa Descontado: o caso da Aracruz Celulose S/A. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 6, n. 11, p. 37-58, 2010.

ENDLER, Luciana. Avaliação de empresas pelo método de fluxo de caixa descontado e os desvios causados pela utilização de taxas de desconto inadequadas. Contexto, v. 4, n. 6, 2004.

ESTADÃO (2015). Crise na indústria se aprofunda e dificulta retomada da economia. Disponível em: - Acesso 10.02.2017

FERNÁNDEZ, Pablo. Company valuation methods. The most common errors in valuation, 2007.

FORBES (2016). The World's Most Powerful People. Disponível em: - Acesso em 27.12.2016

GALDI, Fernando Caio et al. Análise empírica de modelos de valuation no ambiente brasileiro: fluxo de caixa descontado versus modelo de Ohlson (RIV). Revista Contabilidade & Finanças, v. 19, n. 47, p. 31-43, 2008.

GORDON, Myron J. The investment, financing, and valuation of the corporation. RD Irwin, 1962.

HONDA. Disponível em: https://www14.honda.com.br/sobre-a-honda/no-brasil/Paginas/moto-honda-da-amazonia.aspx - Acesso em 13.07.2017

KOLLER, Tim et al. Valuation: measuring and managing the value of companies. john Wiley and sons, 2010.

Lei Nº 2826 DE 29/09/2003. Disponível em: – Acesso 07.01.2017

LEMME, Celso Funcia. Revisão dos modelos de avaliação de empresas e suas aplicações nas práticas de mercado. RAUSP–Revista de Administração, São Paulo, v. 36, n. 2, p. 117-124, 2001.

MARQUES, VAGNER ANTONIO; DINIZ, TIAGO CANÇADO. A influência do fator risco nos modelos de valuation. XXX ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, São Carlos. Anais, 2010.

MARTINEZ, Antonio Lopo. Buscando o valor intrínseco de uma empresa: revisão das metodologias para avaliação dos negócios. Associação Nacional de Pós Graduação Em Administração, v. 23, 1999.

MIRANDA, Gilberto José; DOS REIS, Ernando Antonio; LEMES, Sirlei. Valor de Empresas: uma abordagem do fluxo de caixa descontado. Contabilidade Vista & Revista, v. 17, n. 3, p. 45-65, 2009.

MODIGLIANI, Franco; MILLER, Merton H. The cost of capital, corporation finance and the theory of investment. The American economic review, v. 48, n. 3, p. 261-297, 1958.

MÜLLER, Aderbal N.; TELÓ, Admir Roque. Modelos de avaliação de empresas. Revista Fae, v. 6, n. 2, p. 97-112, 2003.

NCR BRASIL. Disponível em: http://diario.imprensaoficial.am.gov.br/diariooficial/consultaPublica.do;jsessionid=D75722D02CEE1B7D030DC84E7EF2160A - DIÁRIO DIA 29.04.2015, PÁGINA 25, PUBLICAÇÕES DIVERSAS

RAUPP, Fabiano Maury; BEUREN, Ilse Maria. Metodologia da Pesquisa Aplicável às Ciências. ______ Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2006.

SALGUEIRO, Guilherme Caio. Comparação das filosofias de investimento de Benjamin Graham e Warren Buffett: aplicação no mercado brasileiro. Comparação das filosofias de investimento de Benjamin Graham e Warren Buffett: aplicação no mercado brasileiro, 2007.

SILVA, César Augusto Tibúrcio; CUNHA, Jameson Reinaux da. Questões para avaliação de empresas na nova economia. 2003.

SUFRAMA. Incentivos Fiscais. Disponível em: - Acesso em 12.12.2016

_. Codam aprova novos investimentos e discute competitividade do PIM. Disponível em: - Acesso 28.12.2016

_. MODELO ZONA FRANCA – História. Disponível em: - Acesso em 12.12.2016

_. O que é o Projeto ZFM? Disponível em: - Acesso em 26.12.2016

UEDA, Diego Santelli. Análise econômico-financeira das empresas AMBEV, Coca-Cola e Pepsi com base nos critérios de investimento de Warren Buffett. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.