PETROBRAS: UM CASO SOBRE O VALUATION PARA A DECISÃO DE INVESTIMENTOS EM AÇÕES

Daniela Batista Oliveira, Guilherme de Freitas Borges, Moisés Ferreira Cunha, Lísia de Melo Queiroz

Resumo


O caso de ensino tem como cenário um jovem investidor iniciante que na tentativa de maximizar o retorno de suas economias, com o menor risco possível, aplicou em meados de 2014 todos os seus recursos na empresa Petrobras, confiante que havia expectativas de geração futura de caixa que permitisse o atingimento de seus objetivos econômicos. Assim, o caso demonstra um exemplo prático que pode ajudar na reflexão em relação aos critérios de utilização das variáveis contábeis para apuração do valor da empresa. Espera-se que o caso auxilie o aluno a refletir sobre os riscos da utilização de premissas na avaliação de uma empresa, principalmente em momentos de pouca confiança na previsibilidade de longo prazo. Promoveu-se a discussão em relação aos fundamentos necessários para se adotar uma determinada premissa na tentativa de aproximar ao valor justo do ativo, que não podem ser definidos de forma arbitrária ou por “chute”. O caso foi constituído a partir de dados reais para as informações referentes ao histórico e situação da empresa, e dados produzidos pelos autores para as informações projetadas. O processo foi realizado por meio de análise dos documentos divulgados no site da empresa. Os dados reais se referem ao período de 2010 a 2015, divulgados em abril de 2016. O caso foi desenvolvido para aplicações em cursos de nível de graduação e pós-graduação lato sensu, especialmente nas disciplinas que envolvam o tema Avaliação de Empresas. Ademais, sugere-se trabalhar nas disciplinas de Finanças Corporativas e Gestão Financeira.

Palavras-chave


Avaliação de Empresas; Custo de Capital; Fluxo de Caixa.

Texto completo:

ARTIGO

Referências


ASSAF NETO, Alexandre et al. Uma proposta metodológica para o cálculo do custo de capital no Brasil. Revista de Administração, v. 43, n.1, p. 72 - 83, 2008.

ASSAF NETO, A. Valuation: métricas de valor & avaliação de empresas. São Paulo: Atlas, 2014.

BANCO CENTRAL. Informações diversas. Disponível em http://www.bcb.gov.br/. Último acesso em 15.maio.2016.

BLOOMBERG. Informações diversas. Disponível em http://www.bloomberg.com/markets. Último acesso em 14.maio.2016.

BMF&BOVESPA. Informações diversas. Disponível em https://www.bmfbovespa.com.br/. Último acesso em 14.maio.2016.

COPELAND,Tometal. Avaliação de empresas – valuation: calculando e gerenciando o valor das empresas. 3. ed. São Paulo: Pearson Makron Books, 2002.

DAMODARAN,Aswath. Investment Valuation. NewYork: John Willey & Sons,2002.

DAMODARAN, A. Avaliação de Empresas. São Paulo: Person Prentice Hall, 2007.

DAMODARAN. Informações diversas. Disponível em http://pages.stern.nyu.edu. Último acesso em 15.maio.2016.

FORBES. Informações diversas. Disponível em http://www.forbes.com/global2000/list/#industry:Oil%20%26%20Gas%20Operations. Último acesso em 15.maio.2016.

IMF. Informações diversas. Disponível em http://www.imf.org/. Último acesso em 14.maio.2016.

MOODYS. Informações diversas. Disponível em https://www.moodys.com/. Último acesso em 14.maio.2016.

MYERS,StewartC.Interactions of corporate financing and investment decisions – implications for capital budgeting. Journal of Finance, v.29, n.1, p.1-25, mar./1974.

MODIGLIANI, Franco; MILLER, Merton H. The cost of capital, corporation finance and the theory of investment. American Economic Review, v. 48, p. 261-297, Jun. / 1958.

PETROBRAS. Informações diversas. Disponível em http://www.petrobras.com.br/pt/. Último acesso em 15.maio.2016.

SCHIAVI, M. T.; HOFFMANN, W. A. M. Cenário Petrolífero: sua evolução, principais produtores e tecnologias. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação. V. 13, n. 2, p. 259-278, 2015.

SCHMIDT, P.; SANTOS, J. Introdução à avaliação de empresas. São Paulo: Atlas, 2006.

WALL STREET JOURNAL. Informações diversas. Disponível em http://quotes.wsj.com/company-list/country/brazil/3. Último acesso em 15.maio.2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.