METODOLOGIAS PARA VALORAÇÃO DE EMPRESAS AGROINDUSTRIAIS

Rodrigo Bonini Leal, David Ferreira Lopes Santos

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar metodologias de valoração em empresas do agronegócio. Para atingir este objetivo foi feito um estudo empírico comparativo entre duas empresas representativas de dois importantes setores do agronegócio brasileiro: Grupo São Marinho S.A. e JBS S.A. As empresas foram valoradas de acordo com três metodologias: a Avaliação Relativa (AR), o Fluxo de Caixa Descontado (FCD) e a Teoria das Opões Reais (TOR). Os resultados apontam o FCD sendo o mais eficiente na valoração das duas empresas quando observadas em conjunto e com o valor de mercado como referência. Quando consideradas isoladamente, o Múltiplo Preço/Valor Patrimonial apresentou o melhor desempenho para o Grupo São Martinho e o FCD no caso da JBS. A TOR foi a abordagem que mais atribuiu valor às organizações em função da flexibilidade de usar a opção de abandono.


Palavras-chave


Agronegócio; Fluxo de Caixa Descontado; Investimento; Múltiplos; Teoria das Opções Reais

Texto completo:

ARTIGO

Referências


ABENSUR, E. O. Um modelo multiobjetivo de otimização aplicado ao processo de orçamento de capital. Gestão & Produção, São Carlos, v. 19, n. 4, p. 747-758, 2012.

ASSAF NETO, A. Finanças Corporativas e Valor. 6. ed. São Paulo: Atlas S.A., 2012.

BACEN. Banco Central do Brasil. Banco Central do Brasil, 2015. Disponivel em: . Acesso em: 13 Junho 2016.

BACEN. Focus - Relatório de Mercado. Banco Central do Brasil. Brasília, p. 1-4. 2016.

BAIDYA, T. K. N.; CASTRO, A. L. Convergência dos Modelos de Árvores Binomiais para Avaliação de Opções. Pesquisa Operacional, Rio de Janeiro, v. 21, n. 1, p. 17-30, 2001.

BARROS, G. S. D. C.; SPOLADOR, H. F. S.; BACCHI, M. R. P. Supply and Demand Shocks and the Growth of the Brazilian Agriculture. Revista Brasileira de Economia, Rio de Janeiro, v. 63, n. 1, p. 35-50, 2009.

BORSATTO, J. L.; CORREIA, E. F.; GIMENES, R. M. T. Avaliação de Empresas Pelo Método do Fluxo de Caixa Descontado: o Caso de uma Indústria de Ração Animal e Soluções em Homeopatia. Revista Contabilidade Vista & Revista, Belo Horizonte, v. 26, n. 2, p. 90-113, 2015.

CEPEA. Açúcar. Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada - ESALC/USP, 2016a. Disponivel em: . Acesso em: 5 Maio 2016.

CEPEA. Etanol. Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada - ESALQ/USP, 2016b. Disponivel em: . Acesso em: 7 Maio 2016.

CUERVO, F. I.; BOTERO, S. B. Aplicación de las opciones reales en la toma de decisiones en los mercados de electricidad. Estudios Gerenciales, Medellín, v. 30, n. 133, p. 397-407, Junho 2014.

CUNHA, M. F. D. et al. Comparação do Custo de Capital do Setor Elétrico com Base no Modelo da ANEEL e do Modelo com Dados do Mercado Brasileiro. XXXVIII Encontro da ANPAD. Rio de Janeiro: ANPAD. 2014. p. 1-16.

CUNHA, M. F. D.; MARTINS, E.; ASSAF NETO, A. Avaliação de empresas no Brasil pelo fluxo de caixa descontado: evidências empíricas sob o ponto de vista dos direcionadores de valor nas ofertas públicas de aquisições de ações. Revista de Administração, São Paulo, v. 49, n. 2, p. 251-266, 2014.

DAMODARAN, A. Valuation Approaches and Metrics: A Survey of the Theory and Evidence. Boston: Now Publishers Inc., v. 1, 2005.

DAMODARAN, A. Avaliação de Empresas. 2. ed. São Paulo: Pearson, 2007.

DIAS, A. C. A. E. M. et al. Flexibility and Uncertainty in Agribusiness Project: Investing in a Cogeneration Plant. Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 12, n. 4, p. 105-126, 2011.

FAO. OECD-FAO Agricultural Outlook 2015. Paris: OECD Publishing, 2015.

GALDI, F. C.; COUTO, C. G. Avaliação de Empresas por Múltiplos Aplicados em Empresas Agrupadas com Análise de Cluster. Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 13, n. 5, p. 135-170, 2012.

GEWEHR, D. H. Avaliação Relativa de Ações baseado em Múltiplos de Mercado Projetados e Passados: um Estudo Comparativo de Performance na Bovespa. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, p. 139. 2007. Mestrado em Administração.

GODOY, C. R. D. Evidenciação Contábil e as Avaliações pelo Fluxo de Caixa Descontado e pela Teoria de Opções: um Estudo Aplicado à Indústria Petrolífera Mundial. Universidade de São Paulo. São Paulo, p. 283. 2004. (Doutorado em Controladoria e Contabilidade).

HOFER, E. et al. Gestão de Custos Aplicada ao Agronegócio: culturas temporárias. Contabilidade Vista & Revista, Belo Horizonte, v. 17, n. 1, p. 29-46, 2006.

IBGE. Séries Históricas e Estatísticas. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2016a. Disponivel em: . Acesso em: 7 Maio 2016.

IBGE. Séries Históricas e Estatísticas. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2016b. Disponivel em: . Acesso em: 7 Maio 2016.

IBGE. Séries Históricas e Estetísticas. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2016c. Disponivel em: . Acesso em: 7 Maio 2016.

IMAM, S.; CHAN, J.; SHAH, S. Z. A. Equity valuation models and target price accuracy in Europe: Evidence from equity reports. International Review of Financial Analysis, Warwick, v. 28, p. 9-19, 2013.

IPEADATA. ipeadata. ipeadata, 2016a. Disponivel em: . Acesso em: 7 Maio 2016.

IPEADATA. ipeadata. ipeadata, 2016b. Disponivel em: . Acesso em: 2016 Junho 13.

JBS. Sobre a JBS: Perfil. JBS, 2016. Disponivel em: . Acesso em: 13 Março 2016.

LEITE, L. A. M.; SANTIAGO, L. P.; TEIXEIRA, J. P. Opções Reais sob Incerteza Knightiana na Avaliação Econômica de Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P D). Produção, São Paulo, v. 25, n. 3, p. 641-656, 2015.

MACEDO, M. A. D. S.; NARDELLI, P. M. Teoria de Opções Reais e Viabilidade Econômico-Financeira de Projetos Agroindustriais: o Caso da Opção de Abandono. Organizações Rurais & Agroindustriais, Lavras, v. 13, n. 1, p. 109-123, 2011.

MILANESI, G. S. Momentos Estocásticos de Orden Superior y la Estimación de la Volatilidad Implícita: Aplicación de la Expansión de Edgeworth en el Modelo Black-Scholes. Estudios Gerenciales, Cáli, v. 30, n. 133, p. 336-342, Outrubro/Dezembro 2014.

MINAS E ENERGIA. Balanço Energético Nacional. Ministério de Minas e Energia, 2016. Disponivel em: . Acesso em: 7 Maio 2016.

NARDELLI, P. M.; MACEDO, M. A. D. S. Análise de um Projeto Agroindustrial Utilizando a Teoria de Opções Reais: a opção de adiamento. Revista de Economia e Sociologia Rural, Piracicaba, v. 49, n. 4, p. 941-966, 2012.

OCHOA, C. M.; BETANCUR, J. D. H.; MÚNERA, Ó. M. G. La Valoración de Proyectos de Energía Eólica en Colombia Bajo el Enfoque de Opciones Reales. Cuadernos de Administración, Bogotá, v. 25, n. 44, p. 193-231, 2012.

OLIVEIRA, L. D. S. D.; LIMA-FILHO, D. D. O.; WATANABE, E. A. D. M. Nível de Desenvolvimento e Tecnologia de Distribuição de Alimentos em Países Selecionados. Revista de Economia e Sociologia Rural, Piracicaba, v. 51, n. 1, p. 9-24, 2013.

PASCUAL, L. B. Valoración de Empresas por Descuento de Flujos de Caja: Proyección de Ratios y Estimación Del Valor Terminal por Múltiplos. Revista Universo Contábil, Blumenau, v. 5, n. 2, p. 125-141, 2009.

PASIN, R. M. Avaliação Relativa de Empresas por Meio da Regressão de Direcionadores de Valor. Universidade de São Paulo. São Paulo, p. 210. 2004. Mestrado em Administração.

PWC. Fusões e Aquisições no Brasil. PricewaterhouseCoopers. [S.l.]. 2014.

SALIBA, R. V. Aplicação de Modelos de Avaliação por Múltiplos no Brasil. Fundação Getulio Vargas. Rio de Jeneiro, p. 62. 2005. Mestrado em Economia e Finanças Empresarial.

SANTOS, D. F. L. A Teoria das Opções Reais como Instrumento de Avaliação na Análise de um Processo de Fusão / Incorporação de Empresas. Universidade Federal Fluminense. Niterói, p. 122. 2004. Mestrado em Sistemas de Gestão.

SÃO MARTINHO. Perfil Corporativo. São Martinho, 2016. Disponivel em: . Acesso em: 13 Março 2016.

SERRA, R. G. Determinação da Taxa de Crescimento na Perpetuidade em Avaliação de Empresas. Revista de Finanças Aplicadas, São Paulo, v. 1, p. 1-20, 2013.

SPOHR, N.; SILVEIRA, F. F. Estratégia Internacional de uma Multinacional Emergente Brasileira: o Caso JBS. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 52, n. 3, p. 300-312, 2012.

TEIXEIRA, D. M. D. S.; BRANDÃO, L. E. T.; GOMES, L. L. A Decisão do Preço de Oferta em Leilões de Telecomunicação: uma Análise por Opções Reais. Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 11, n. 6, p. 131-154, 2010.

TRIGEORGIS, L. Opções reais e interações com a flexibilidade financeira. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 47, n. 3, p. 95-120, 2007.

ZAMARIOLA, L. H.; SILVEIRA, R. L. F. Avaliação por Múltiplos: uma Análise entre Diversos Drivers de Valor e Diferentes Critérios de Agrupamento de Empresas. XXXV Encontro da ANPAD. Rio de Janeiro: ANPAD. 2011. p. 1-17.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.