Crianças indígenas Guarani Nhandewa no Norte do Paraná: aprendizagens culturais e escolares

Marcella Hauanna Cassulla, Rosangela Celia Faustino

Resumo


A criança indígena, na organização sociocultural de cada povo, tem formas
próprias de aprender, recebendo cuidados, orientação e atenção dos parentes. Na
cultura Nhandewa, todos os espaços da aldeia são espaços de aprendizagem das
crianças. Os mais velhos, os tudjás, assim como os Txamõi e as Djaryi, sabedores
das tradições, as repassam às novas gerações em situações e espaços propícios,
como a Oy Guatsu. Neste texto apresentamos e discutimos elementos da educação
da criança Guarani Nhandewa, observados e registrados, especialmente, em
suas vivências em eventos culturais, em terras indígenas do norte do Paraná.
Evidenciou-se que os professores Nhandewa, com apoio de suas comunidades,
têm buscado articular os conhecimentos escolares aos conhecimentos ancestrais,
no espaço escolar e nos eventos culturais nas aldeias, configurados como
momentos de significativas aprendizagens para as crianças Guarani.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2019.v28.n54.p59-76

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2358-0194

 Classificação Qualis CAPES:

 Educação - A2

  Indexadores:

       

      

   

      

 

  Localização dos Acessos:


 

  Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0