A MODERNIZAÇÃO “EFICAZ” DA PROFISSÃO DE PROFESSOR CONFRONTADA ÀS NOVAS POLÍTICAS DE ACCOUNTABILITY

Romuald Normand

Resumo


Atualmente, a reestruturação da profissão de professor tende a se inscrever em todos os lugares na Europa no que se refere ao estabelecimento de objetivos, medidas de performance ou de eficácia, mesmo se há construções diferentes de um país a outro. A eficiência e a eficácia do corpo docente devem permitir uma melhoria dos resultados dos exames e dos testes aos alunos. A Nova Gestão Pública se funda sobre os princípios da racionalidade econômica e financeira, visando a eficiência, a eficácia e se apoiando sobre organismos reguladores (ministérios e agências) que reforçam a exigência da prestação de contas (accountability). Este acoplamento entre gestão e avaliação serve para justificar o domínio da despesa pública em educação e, mais particularmente, a racionalização do custo da gestão de recursos humanos. O artigo examina, de maneira crítica, os efeitos desta gerência da performance sobre os professores da educação, mostrando como as políticas de prestação de contas se renovam por meio de seus conteúdos e instrumentos.


Palavras-chave


Accountability. Nova gestão pública. Profissões. Performatividade. Política da prova

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2018.v27.n53.p18-29

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2358-0194

 Classificação Qualis CAPES:

 Educação - A2

  Indexadores:

       

      

   

      

 

  Localização dos Acessos:


 

  Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0