Audiodescrição e acesso à cultura audiovisual para o empoderamento de pessoas com deficiência visual

Marisa Ferreira Aderaldo, Élida Gama Chaves

Resumo


A cultura contemporânea é especialmente multimodal no sentido de que, para expressar-se, utiliza suportes variados como televisão, rádio, celulares, computadores etc, com emprego de diferentes linguagens e formatos. De modo a fazer um recorte nas linguagens associadas ao sentido da visão, este artigo procura focalizar determinada parcela da população, justamente aquela que, estando privada desse sentido (a pessoa com deficiência visual), carece de soluções que lhe possibilitem o usufruto e acesso à informação visual presente em espaços como cinemas, teatros, passeios turísticos etc. Um modo de compensar a ausência da visão e de tornar a imagem acessível é a audio-descrição, tratada neste artigo como tradução intersemiótica e audio-visual, pois traduz a informação visual em informação verbal (escrita ou oral).


Palavras-chave


Tradução audiovisual acessível. Audiodescrição. Pessoas com deficiência visual. Moça com brinco de pérola.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2017.v26.n50.p119-134

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2358-0194

 Classificação Qualis CAPES:

 Educação - A2

  Indexadores:

       

      

   

      

 

  Localização dos Acessos:


 

  Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0