EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E O 1º DA FAMÍLIA: O PENSAMENTO DE HABERMAS E A CONSTRUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO PARA A EQUIDADE NO CONTEXTO DA UAB

Ana Cristina Almeida Santana, Lucia Maria Martins Giraffa

Resumo


Este artigo apresenta o detalhamento da organização de uma investigação relacionada à Universidade Aberta do Brasil (UAB) em estudo de caso no estado de Sergipe, e a sua constituição como sujeito de direito, a partir da investigação de uma relação
dialética baseada na racionalidade comunicativa de Jürgen Habermas. Ao buscarmos nos trabalhos correlatos a questão do 1º na família (first in the Family) identificamos a mudança na concepção pessoal, familiar e sociocomunitária daqueles que são os primeiros na sua família a ter acesso à formação superior. Aliado a isto consideramos a
oportunidade de cursar uma graduação na modalidade a distância (EaD), como cenário emancipatório e de oportunidade para construção da cidadania e o acesso à educação superior. Os processos executados nesta fase piloto demonstram a oportunidade desta
pesquisa, a sinalização da importância em ampliar as ofertas inclusivas associadas à educação superior, por meio da oferta de EaD.


Palavras-chave


1º na família (first in the Family). Universidade Aberta do Brasil. Habermas. EaD.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBERT, Cecilia. Higher education demand in Spain: The influence of labor market signals and family background.Higher Education, n. 40, p. 147-162, 2000.

ARISTÓTELES. A Política. São Paulo: Escala, 2008. (Coleção Mestres Pensadores).

BOURDIEU, Pierre. Le champ scientifique. Tradução de Paula Montero. Actes de Ia Recherche en Sciences Sociales, n. 2-3, p. 88-104, jun. 1976.

BUKOSKI, Beth Em. Common challenges and diverse experiences: first-in-their-family college students’ narratives.2012. Dissertation (Doctor of Philosophy) – The University of Texas at Austin, 2012.

ESTÊVÃO, Carlos Alberto Vilar. Educação, justiça e direitos humanos. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 32, n. 1, p. 85-101, jan./abr. 2006. Disponível em: . Acesso em:

ago. 2015.

FLICKINGER, Hans-Georg. Autonomia e reconhecimento: dois conceitos-chave na formação. Educação, Porto Alegre, v. 34, n. 1, p. 7-12, jan./abr. 2011.

GIBBS, Grahan. Análise de dados qualitativos. Trad. Roberto Cataldo Costa. Porto Alegre: Artmed, 2009.

GIRAFFA, Lucia M.M. A formação de professores para trabalhar com Educação a Distância: requisitos e implicações.

In: ENCONTRO REGIONAL DE ESTUDANTES DE MATEMÁTICA DO SUL, 16., 2010, Porto Alegre.Anais eletrônicos... Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010. v. 1. p. 1-5. Disponível em: . Acesso em: 20 maio 2012.

GOFEN, Anat. Family capital: how first-generation higher education students break the intergenetational cycle.Family Relations, n. 58, p. 104-120, Feb. 2009.

HABERMAS, Jürgen. O discurso filosófico da modernidade. Lisboa: Dom Quixote, 1990.

_____. La inclusión del otro. Barcelona: Piados, 1999.

HERMANN, Nadja. Validade em educação: intuições e problemas na recepção de Habermas. Porto Alegre: EDIPUCRS,1999. (Coleção Filosofia, n. 93).

HONNETH, Axel. Crítica del agravio moral: patologías de la sociedad contemporánea. Trad.: Peter Storandt Diller. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica/Universidad Autónoma Metropolitana, 2009.

KANT, Immanuel. Resposta à pergunta: que é o esclarecimento? Trad. Luiz Paulo Rouanet. 2008. Disponível em:. Acesso em: 20 jul. 2015.

KHUN, Thomas. Estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 1978.

MALHOTRA, Naresh K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

MORAES, Roque; GALLIAZZI, Maria do Carmo. Análise textual discursiva. Ijuí, RS: Editora Unijuí, 2007.

NETTO, Carla; GIRAFFA, Lúcia; FARIA, Elaine. Graduações a distância e o desafio da qualidade. Porto Alegre:EDIPUCRS, 2010.

PLATÃO.A República (Da Justiça). São Paulo: Edipro, 2006.

PRESTES, Nadja Hermann. Educação e racionalidade: conexões e possibilidades de uma razão comunicativa na escola. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1996.

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL (UAB). O que é. Disponível em: . Acesso em: 05 jan. 2014.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Trad. Daniel Grassi. Porto Alegre: Bookman, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2015.v24.n44.p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2358-0194

 Classificação Qualis CAPES:

 Educação - A2

  Indexadores:

       

      

   

      

 

  Localização dos Acessos:


 

  Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0