EDITORIAL

Lívia Fialho Costa, Elizeu Clementino de Souza

Resumo


A ideia segundo a qual a aprendizagem é um processo de formação em redes tem trazido perspectivas importantes para a consolidação da Educação a Distância, tanto de um ponto de vista teórico quanto prático. Os textos reunidos neste dossiê apresentam resultados de importantes pesquisas no Brasil e em outros países, viabilizando um mapeamento das diferentes possibilidades de conectividade e colaboração oferecidas pela utilização dos recursos tecnológicos no processo ensino-aprendizagem.
A educação na contemporaneidade vive mais um desafio: o de lidar com as novas formas de comunicação e socialização do saber, sem perder de vista a importância de criar ferramentas que promovam uma formação crítica num contexto digital e o compromisso
com a transformação social. Entretanto, a reflexão sobre a dinâmica do conhecimento e processos formativos socialmente produzidos no ciberespaço, pela cibercultura, numa sociedade do conhecimento e da tecnologia, centra-se em fundamentos epistemológicos.
Podemos identificar vários princípios que sustentam a relevância da Educação a Distância, mas, talvez, uma compreensão seja compartilhada: a de que na contemporaneidade o estar junto e, ao mesmo tempo, separado é uma emergência imposta pelas relações
sociais num mundo que valoriza os processos de autonomização dos sujeitos. Vale ressaltar que Educação a Distância não é aqui pensada apenas na sua dimensão instrumental; mais do que isso, ela envolve princípios epistemológicos que norteiam a produção de
conhecimento e uma compreensão do que seja “comunicação”.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2015.v24.n44.p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2358-0194

 Classificação Qualis CAPES:

 Educação - A2

  Indexadores:

       

      

   

      

 

  Localização dos Acessos:


 

  Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0