EDITORIAL

Lívia Fialho Costa, Cleide Magali Santos

Resumo


O número temático 43 da Revista da FAEEBA/Educação e Contemporaneidade
explora um objeto de extrema relevância para o campo da Educação. Em larga medida, trata do legado de Paulo Freire e da problematização a respeito da constituição do sujeito educador social e do conteúdo que se aprende e se ensina com as práticas e a partir delas.
Atravessam todos os textos a concepção de Educação Social e sua relação com a percepção da realidade; o percurso de desenvolvimento e afirmação da autonomia do educando e sua relação com a emergência de atitudes de defesa de direitos e participação social.
Seja na teoria, seja na prática – contextos de produção indissociáveis –, a função social da educação é a de criar condições para a formação de sujeitos e para a emancipação dos mesmos mediante desenvolvimento de criticidade e reflexividade. Para Freire, a construção de uma prática educativa libertadora, que permita a humanização do homem, não se realiza senão mediante o domínio e reflexão da realidade econômica e social concreta. Portanto, vista ora como método de educação, que valoriza os saberes oriundos das realidades culturais, ora como teoria do conhecimento, a educação popular visa à transformação social, assumindo-se, sem dúvida, como um lugar de exercício político.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2015.v24.n43.p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2358-0194

 Classificação Qualis CAPES:

 Educação - A2

  Indexadores:

       

      

   

      

 

  Localização dos Acessos:


 

  Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0